Voo com 200 pessoas deportadas dos Estados Unidos chega em Confins; 90 são menores de idade

Raquel Gontijo
raquel.maria@hojeemdia.com.br
26/01/2022 às 15:00.
Atualizado em 30/01/2022 às 01:06
 (Divulgação / Polícia Federal)

(Divulgação / Polícia Federal)

O Aeroporto de Belo Horizonte, em Confins, região Metropolitana da capital, recebeu, nesta quarta-feira (26), 211 pessoas que foram deportadas dos Estados Unidos (EUA). Esse é o voo com a maior quantidade de deportados que já aterrissou em BH. Segundo a Polícia Federal, do total de deportadoas, 90 são menores de idade e a lista de passageiros inclui crianças de até 10 anos.

Os passageiros chegaram na capital às 13h25, em voo fretado do estado americano do Arizona. Segundo a assessoria da BH Aiport, administradora do aeroporto, após o desembarque, os passageiros seguiram para a Receita Federal, como orienta o protocolo, e aguardam autorização do órgão para deixarem o terminal. A administração do aeroporto tamém forneceu alimentação para os passageiros.

Agora, a Polícia Federal tenta apurar como as crianças saíram do território brasileiro, bem como verificar as condições às quais os menores foram submetidos durante esse processo. O Juizado da Infância e da Juventude de Pedro Leopoldo, região Central de Minas, acompanhou o desembarque, para dar o suporte necessário aos menores deportados.

Segundo a BH Airport, desde outubro de 2019, o aeroporto da capital recebe passageiros deportados dos Estados Unidos. Nesse período, o terminal de BH já recebeu 51 voos com origem em território norte-americano. O voo desta quarta-feira é o segundo a chegar com deportados em 2022.
 Divulgação / Polícia Federal

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por