Pela terceira vez é adiada a votação do Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV) da Operação Urbana Consorciada Nova BH. A discussão foi retirada da pauta do Conselho Municipal de Política Urbana (Compur). O presidente do órgão, Custódio Mattos, convocou uma reunião extraordinária para a próxima quinta-feira (30), quando pode ocorrer ainda a votação.

A PBH vai sugerir em torno de seis ou sete mudanças no estudo de impacto de vizinhança.

As duas outras tentativas de votação ocorreram em dezembro do ano passado, mas foram adiadas. Na edição impressa, o Hoje em Dia já havia informado a intenção de alguns conselheiros de postergar a votação, por entenderem que é necessário que o debate sobre o EIV do Nova BH seja realizado durante a Conferência Municipal de Política Urbana, que começa no dia 3 de fevereiro e termina em maio.

A prefeitura, que tem a maioria das cadeiras no Compur, por outro lado, deseja que o EIV seja votado o mais rápido possível.

O Nova BH é uma Operação Urbana Consorciada, em que a iniciativa privada poderá construir edificações maiores e mais altas do que atualmente é permitido, oferecendo como contrapartida melhorias para a região.