Aprendizado disponibilizado em plataformas na internet, enviado pelo WhatsApp ou entregue em casa, em apostilas. Esse será o novo normal no ensino para quase 17 mil estudantes do 9º ano da rede municipal de BH e da Educação de Jovens e Adultos (EJA). As aulas remotas seguirão até fevereiro de 2021. 

A medida adotada devido à pandemia deve ser colocada em prática nos próximos dias pela Secretaria Municipal de Educação (Smed). O regime especial visa a garantir a formatura a tempo para que os jovens possam cursar o ensino Médio ainda no ano vem. 

Não há previsão de ações do tipo para outras séries nem de retorno às aulas presenciais. 

Diferente
Até então, as escolas ofereciam atividades remotas, mas que não contavam como aulas oficiais do ano letivo. A secretária de Educação, Ângela Dalben, disse que, desde o início da pandemia, os alunos desenvolvem trabalhos. A servidora não considera que o ensino foi interrompido.

“Distribuímos cestas pedagógicas, com livros e outros materiais didáticos, para os alunos aprenderem em casa”.

Nos últimos seis meses, tempo em que as aulas estão suspensas de forma presencial, a SMED realizou mapeamento para identificar a situação de cada aluno. Com o levantamento, as escolas definiram o melhor método de ensino.

As opções serão por meio do Google Class (sala virtual) ou WhatsApp. Estudantes que não possuem os equipamentos vão receber apostilas em casa. “Cada escola tem um plano, não temos uma proposta única. Não assumimos uma única forma de trabalho, mas inúmeras”, afirmou Ângela Dalben.

Avaliação
O ano letivo terá 800 horas no total. A portaria publicada no Diário Oficial do Município define que poderá ser contabilizado o tempo de leitura e produção de textos, além de atividades repassadas pelos professores, como filmes, peças teatrais e músicas.

Todo o conteúdo desenvolvido pelos alunos deverá ser documentado em portfólio. Em fevereiro, um conselho de classe analisará o material para definir se o estudante tem condição se ser aprovado.

 

ENTENDA A MEDIDA

Como será o aprendizado?
O material será repassado por meio do Google Class (sala virtual) ou WhatsApp. Estudantes sem acesso à internet vão receber apostilas em casa. 

Como o aluno irá receber a apostila?
Poderá ser retirado na própria escola ou até enviado pelos Correios. Cada instituição tem autonomia para decidir a melhor opção.

Quem irá participar desse novo método? 
Segundo a Secretaria Municipal de Educação, 100% dos estudantes do 9º ano do Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Como será feito o contato?
Segundo a PBH, diretores e coordenadores das escolas já estão entrando em contato com os responsáveis dos alunos para explicar sobre o ensino remoto.

 

 

16,9 mil alunos do 9º ano do Fundamental e da

Educação de Jovens e Adultos (EJA) irão

participar desse modelo especial de ensino remoto