WhatsApp, Instagram e Facebook apresentam instabilidade nesta segunda-feira (4). Os serviços, que pertencem ao mesmo grupo, estão fora do ar e motivam reclamações em diferentes regiões do mundo.

A queda das redes sociais domina a lista de assuntos mais comentados do Brasil no Twitter. No início da tarde, o termo “WhatsApp” já ultrapassou um milhão de menções entre os usuários brasileiros.

As três redes pertencem ao grupo Facebook e compartilham a estrutura de funcionamento. As versões para navegadores web não carregam e exibem uma informação de erro. Nos smartphones, os aplicativos abrem normalmente, mas não exibem novas informações ou envia mensagens.

O site Downdetector, que registra queixas sobre serviços digitais, exibe relatórios que indicam que as três redes tiveram um pico de reclamações no Brasil por volta das 12h50. O WhatsApp registrou o maior número de notificações de problema, saindo de três às 12h05 para 52.589 no registro mais alto, 45 minutos depois.

No Google Trends, serviço que monitora a incidência de pesquisas do site, as buscas pelos nomes das redes também aumentaram de forma brusca em todo o mundo a partir do início da tarde.

A última queda global dos serviços do Facebook aconteceu em março deste ano, quando as três redes ficaram fora do ar por cerca de uma hora. 

Em postagem no perfil oficial no Twitter, o Facebook informou estar ciente dos problemas, se desculpou pelo "inconveniente" e afirmou estar trabalhando para resolvê-los o mais rápido possível.

 

Também no Twitter, usuários publicam uma série de memes e reclamações. Veja alguns deles:

 

 

Leia Mais:

Igrejinha da Pampulha agora é santuário São Francisco de Assis; conheça outros santuários de BH
Empresas de tecnologia ofertam mais de 500 vagas de emprego em diversas áreas em todo o Brasil; veja
Maioria de postos de trabalho foi criado por micro e pequena empresas