Com o objetivo de garantir e agilizar o transporte das vacinas contra a Covid-19, além de insumos, aparelhos e pessoal da Saúde que vai trabalhar na vacinação, o governador Romeu Zema determinou que as aeronaves oficiais do Estado sejam, preferencialmente, utilizadas para o transporte dos imunizantes e insumos em Minas Gerais. A determinação foi publicada neste sábado (16), por meio de decreto no Diário Oficial Minas Gerais, e deverá ter validade enquanto perdurar o estado de calamidade pública devido à pandemia.

“A logística de Minas já está montada e prevê o uso de aeronaves do Estado que vão ficar disponíveis para levar essas vacinas assim que elas chegarem a Belo Horizonte. Já está tudo planejado, para que mesmo as regiões mais distantes recebam a vacina”, disse o governador.    

Para atender à determinação, o Corpo de Bombeiros e o Gabinete Militar do Governador - de forma integrada com a Polícia Militar de Minas Gerais e a Polícia Civil de Minas Gerais – manterão permanentemente disponível, no mínimo, uma aeronave que servirá exclusivamente a esse propósito. A Secretaria de Estado de Saúde poderá solicitar aeronaves adicionais para o trabalho, que levará em consideração o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.