A Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte informou que realizou na manhã desta quinta-feira (23) a eutanásia da  tigresa Taiga. O animal sofria de insuficiência renal crônica e, neste mês, foi diagnosticado com um tumor maligno na mandíbula, agressivo e de rápido crescimento.

Segundo a Fundação, a decisão pela eutanásia foi tomada porque a tigresa já se encontrava incapacitada de se alimentar, tinha dores intensas e seu estado geral estava severamente debilitado.

A fêmea de tigre-siberiano tinha aproximadamente 12 anos e chegou ao Zoológico da capital mineira, vinda do Zoológico de Brasília, em junho de 2012.