O Instituto Veritá negou nesta segunda-feira (24), na página que mantém no Facebook, a autoria de pesquisa de intenção de voto, divulgada em redes sociais, com resultado apontando o candidato do PCdoB e atual prefeito de Contagem, Carlin Moura, à frente de Alex de Freitas (PSDB) na corrida eleitoral na cidade. 

O material apresentaria número de registro no TRE-MG, o nome do instituto responsável pela pesquisa, a data das entrevistas e o número de eleitores ouvidos. Todas essas informações, entretanto, seriam falsas, segundo o Instituto Veritá.

De acordo com pesquisa de outro instituto, o Paraná, Alex de Freitas (PSDB) liderava, em 11 de outubro, a disputa no segundo turno. O tucano aparecia com 38,9% das intenções de voto e Carlin Moura, com 20,01%. Os eleitores que não sabiam em quem votar somavam 33% dos entrevistados, e 8,9% não votariam em nenhum dos dois candidatos.

O primeiro turno foi bastante acirrado em Contagem. Carlin Moura teve 79.454 votos, o equivalente a 27,87% dos votos válidos, e Alex de Freitas, 70.358, ou 24,68%.

O Hoje em Dia tentou falar com Carlin Moura pelo celular, sem sucesso. Acionada pelo jornal, a assessoria dele não deu retorno até o fecahmento desta matéria.

Leia mais:
Alex de Freitas lidera pesquisa em Contagem

Acompanhe a apuração das Eleições 2016 nas principais cidades mineiras