A elegância e a sobriedade da arquitetura e design dos anos 30, auge da escola Bauhaus, foram o ponto de partida para a coleção inverno 2016 da Faven. Sonia e Natalia Pessoa e Hingrid Satheler mergulharam no universo de artistas como Josef Albers e Mies Van Der Rohe para criarem suas peças em tricô, trabalhadas em cores intensas, como laranja, roxo e verde e estampas geométricas.

Os shapes aparecem mais secos, em cortes assimétricos, com elementos de militarismo. "Alfaiataria mais construída, fendas, decotes, bem feminino. Peças com peso, mas sem manga, um alívio grande no inverno", detalha Satheler.O make das modelos mais uma vez foi leve e natural.

Os cabelos seguiram a linha de simplicidade, deixando todo destaque para a roupa. Nos pés, sapatos com ar mais masculino, em contraste com o corte feminino e elegante da coleção.