Para muitas pessoas, viajar é um dos grandes prazeres da vida, mas a organização da mala pode se tornar um pesadelo. Para começar que a maioria deixa essa tarefa para a última hora, aumentando e muito as chances de erros. Planejamento é a palavra de ordem; assim é possível organizar uma mala com roupas adequadas e na medida certa para o passeio. E melhor, sem que cheguem amassadas.

Conversamos com a personal organizer Priscila Moya, que ensina como ganhar e dividir o espaço numa mala e quais são as prioridades nessa organização. Tudo sem drama, e com final feliz!

Quais são os principais pontos para consideração na hora de arrumar uma mala?
O planejamento. É importante considerar destino, clima, tempo de duração e estilo da viagem. Com este planejamento em mente, o próximo passo é montar um check list, uma lista completa, para não esquecer o essencial na hora de organizar a sua mala.

Qual é o mínimo e o máximo de peças?
O ideal é organizar a mala de acordo com os programas que vai fazer. Eu costumo separar os looks, tanto para a noite quanto para o dia, segundo o roteiro da viagem. Ou seja, se você tem uma viagem de duração de sete dias, separe sete looks para o dia e sete para a noite.

Existe algum truque para caber mais peças?
O segredo é a maneira como dobra as peças dentro da mala. Você pode usar packs próprios nessa organização. Facilitam muito a visualização das roupas. Outra maneira de organizar eficientemente é deixar as peças mais retas possíveis, utilizando todos os espaços vazios.

Como deve ser dividida essa organização?
Coloque as calças completamente esticadas no fundo da mala, deixando as pernas para fora. Organize os outros itens e, quando acabar a organização, dobre as pernas das calças por cima de tudo. Isso facilita que as roupas fiquem sem amassar e sem se movimentar muito dentro da mala, evitando bagunça.

Qual a principal diferença entre uma arrumação de mala para viagem nacional e internacional?
A primeira diferença é em relação ao peso permitido da bagagem, assim como a quantidade de peças permitidas em caso de viagem de avião. Para viagens nacionais, o limite é 23 kg, para a internacional, de 32 kg. Mas o ideal é sempre consultar a companhia aérea e o bilhete de passagem antes de organizar a mala. Um ponto essencial é não esquecer de levar a receita e prescrição médica quando organizar medicamentos.

Que tipo de mala deve-se evitar?
As mais pesadas e sem rodinhas.

Qual tipo é o melhor e que facilita nos aeroportos?
Invista em malas de qualidade e mais leves, rígidas ou semirrígidas, por serem mais resistentes e deixam as roupas mais organizadas e menos amassadas. As rodinhas são essenciais, opte por aquelas de movimento 360 graus e embutidas, as aparentes geralmente chegam quebradas no destino. Para evitar furto, opte pelas de qualidade, mas não muito caras, de grife, chamando atenção. Os cadeados de encaixe na mala ou sistema próprio de fechamento são essenciais para evitar transtornos. Outro ponto importante é a cor da mala. Cores diferentes facilitam a visualização na esteira ou ainda o uso de uma fita colorida na alça agiliza a identificação da bagagem.

O que você aconselha que se leve na mala de mão?
- Documentos (passaporte com visto e validade superior a seis meses, seguro viagem, bilhete aéreo, etc);
- Carteira e joias;
- Remédios para dor de cabeça, alergia ou enjoos, e protetor labial. Viagens longas ressecam muito a pele;
- Eletrônicos como celular, carregador, máquina fotográfica, laptop e iPad;
- Produtos de higiene pessoal e uma muda de roupa caso a mala seja extraviada.

Qual é a melhor maneira para levar shampoo e creme numa mala de voo internacional?
Hoje, existem no mercado diversos produtos para esse armazenamento, na quantidade certa para todo o tempo de viagem. Opte também por samples ou versões em miniatura dos seus cosméticos preferidos.

Existe algum truque para evitar que a mala seja extraviada em aeroportos?
A melhor maneira de se prevenir contra prejuízos de extravio é a compra de um seguro-viagem. Quanto a furtos, previna-se usando cadeados; os plásticos ou baggage-wraps podem dificultar o furto.

Alguma dica para que roupas de tecidos que amarrotam não cheguem amassadas?
A dica é deixar a roupa o mais esticada possível, levando em consideração sempre o peso dos itens dentro da mala. Secadores, sapatos e nécessaires amassam roupas delicadas, deixe-os no fundo da mala e essas roupas com menos dobras possíveis. Porém, caso a roupa chegue amassada no destino, a dica é bem simples, pendure-as em cabides e as deixe no banheiro enquanto toma banho, o vapor ajuda a desamassá-las.

Tem alguma dica para que possamos repetir peças de roupas durante a viagem, mas que fiquem com uma cara diferente?
Uma dica infalível é levar peças-chave para compor diversos looks,  para praia um shorts branco ou jeans pode ser usado de dia quanto de noite. Aposte em acessórios bacanas que permitam mudar completamente o visual.

E quanto aos sapatos, quantos pares devemos levar?
Os sapatos devem ser bem confortáveis principalmente se a viagem tem pontos turísticos e compras no roteiro, um ou dois sapatos mais bonitos e de salto são suficientes para compor looks da noite. Opte por tons neutros, que podem ser combinados com mais roupas.

Onde ficam na mala e que material você indica para guardá-los?
Os sapatos devem ser organizados no fundo da mala ou nas próprias divisórias das malas específicas para eles. Existem organizadores de sapatos feitos de TNT com visor transparente, facilita a visualização e organização dentro da bagagem, além de protegê-los.

E as roupas íntimas?
Devem ser guardadas dentro de protetores específicos para elas. No caso de sutiãs de bojo, prefira embalagens rígidas que protegem e evitam que danifiquem dentro da mala. No próprio protetor de sutiã, você pode guardar suas outras roupas intimas.

O terror de muitos é sair de férias e, no roteiro, constar neve e praia. Nesse caso, como proceder na organização da mala?
Exatamente, este é o grande desafio dos meus clientes e de muita gente. Nas viagens que eu faço ou na organização de malas é comum no mesmo roteiro incluir uma praia na Ásia e, no meio da viagem, dois dias na Europa, onde a temperatura chega a abaixo de zero. Use embalagens a vácuo, como o space-bag, para roupas volumosas e casacos de neve. Eles retiram todo o ar da embalagem, o que diminui bastante o volume dentro da mala, sobrando mais espaço para as peças de verão. Porém, fique sempre atento (a) ao peso final da bagagem. Outra dica é organizar a mala de acordo com o primeiro destino, se for a praia, deixe todas as roupas de inverno no fundo. O ideal seria uma mala para cada destino, uma para praia para toda a família e outra para os locais de frio.