Conteúdo de responsabilidade de Celso Martins Santos

A Azul pretende operar em setembro 407 voos diários para 88 destinos no Brasil e no exterior. Segundo a companhia, a malha planejada para o próximo mês alcança 45% da capacidade operada antes da pandemia do coronavírus.  Em relação ao mês de abril deste ano, no pico da crise causada no setor aéreo, representa um crescimento de 570%.

A partir de 1° de setembro a Azul vai retomar os voos para Carajás (PA) e Imperatriz (MA). No dia 2 de setembro a Azul voltará a operar em Barreiras (BA). Por fim, será a vez de Cascavel (PR) e Rio Verde (GO) voltarem a receber as aeronaves da companhia nos dias 9 e 14 de setembro, respectivamente.

Os voos para Barreiras e Carajás serão sem escalas a partir do Aeroporto de Confins.  A Azul terá novos voos para Fortaleza e a partir da capital mineira, além de mais frequências para Belém, Congonhas, Vitória, Uberlândia e Campinas. Já a capital pernambucana, outro importante centro de conexões da empresa no país, terá operações reforçadas para Congonhas, Santos Dumont, Fortaleza, Salvador e Natal.

Segundo a Azul o aeroporto de Viracopos, em Campinas, terá voo direto para Cascavel, Rio Verde e Maceió, assim como receberá mais ligações para Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Vitória, Cuiabá, Joinville, São Luís, Teresina, Juiz de Fora, Uberlândia, Petrolina, Maringá, Campo Grande, Curitiba, Santos Dumont, Porto Alegre e Belo Horizonte. A malha de setembro da Azul também trará novos voos de Belém para São Luís e Macapá, além da retomada das ligações entre Florianópolis e Porto Alegre.

Pacotes promocionais

Se você pretende viajar a partir de outubro deste ano não pode perder as promoções de passagens aéreas e hospedagens. Os pacotes para Fernando de Noronha, no litoral de Pernambuco, podem ser contratados com descontos de até 50%. Para Porto Seguro, no Sul da Bahia, destino que reabrirá o turismo em 10 de agosto, há dezenas de opções de pacotes baratos.