Conteúdo de responsabilidade de Celso Martins Santos

Maceió, a capital alagoana, aparece entre os destinos mais pesquisados pelos brasileiros que desejam viajar a partir deste mês. Um dos motivos pela grande procura é a curta distância entre  Maceió a outros destinos turísticos do estado de Alagoas. Entre essas cidades estão  Marechal Deodoro, Barra de São Miguel, Barra de Santo Antônio e Paripueira, além de municípios mais distantes como Maragogi e Piranhas.

Segundo a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo de Alagoas, 35% dos voos para Maceió foram retomados em julho com previsão de mais 70% até dezembro. Em outubro deste ano a TAP Portugal pretende lançar três voos semanais de Lisboa para a capital alagoana. Com mais opções de voos, aumentou também a oferta de pacotes para Maceió e demais destinos do estado.

Maceió reabriu bares, restaurantes e shopping centers desde o último dia 20 de julho. O banho de mar e atividades esportivas individuais estão liberadas em Maceió, mas não pode haver aglomerações. Há outras opções de passeios em Maceió que podem ser feitos com segurança.

Maragogi, o segundo maior polo turístico de Alagoas, voltou a realizar passeios para as piscinas naturais e os de buggy. O uso de máscaras é obrigatório em todos os passeios. As empresas que oferecem transporte para esses passeios são obrigadas a fornecer o álcool gel.

Todas as empresas ligadas ao turismo em Alagoas precisam ter o selo do Turismo Responsável do Ministério do Turismo (Mtur). O selo valida os empreendimentos que já prestam um serviço adequado à nova realidade, com a implantação dos protocolos de segurança. Cerca de 500 estabelecimentos de Alagoas já contam com o selo de turismo responsável em Alagoas.