O tempo é escasso. Por isso, passar meses visitando imóveis ou agarrado em lentas burocracias não é opção. Na hora de comprar, vender ou alugar, o mais eficiente é aproveitar a curadoria imobiliária especializada, serviço que apresenta as soluções mais apropriadas ao desejo e à realidade do cliente. A atuação é proativa na conclusão ágil e personalizada dos processos.

É dessa forma que os profissionais da Inova Imóveis BH trabalham. A empresa tem portfólio de mais de 2.500 imóveis em Belo Horizonte e região metropolitana, entre apartamentos, casas e terrenos, de todos os tipos e com valores que variam entre R$ 150 mil e R$ 10 milhões. Para imóveis de até R$ 2 milhões, o cliente ainda pode financiar pela Caixa Econômica, crédito que é avaliado diretamente por um correspondente dentro da Inova.

De acordo com o diretor da empresa, o corretor imobiliário Sérgio Emanuel Santana, a Inova nasceu após um desejo particular do especialista, que tem 16 anos de experiência no setor, de gerenciar o próprio negócio e, assim, ter mais controle sobre a entrega de um serviço de real qualidade, comodidade e segurança aos clientes. Atualmente, a Inova conta com oito funcionários.

Uma prova da eficiência do trabalho está na cartela de clientes, que é composta, em mais de 70%, por indicações de ex-contratantes. Para Sérgio, os motivos são dois: ética e preço. “Vender ou alugar? Pesquisamos preços e avaliamos o perfil do cliente. Assim, conseguimos dar a melhor orientação, de acordo com a realidade. O que é melhor para um não é o melhor para outro”, disse.

Além disso, o preço é grande diferencial. “Os valores dos imóveis têm preços adequados. Não colocamos com valor maior para iludir o cliente com falsos descontos”, afirmou.

Mercado aquecido
Segundo Sérgio, os apartamentos de 2 e 3 quartos são os mais procurados na atualidade, e a locação está no topo de interesse do público. “Trabalhamos em áreas com faculdades próximas, como a UFMG e a PUC. Muita gente vem do interior para essas áreas e busca aluguéis”, contou. A Inova é especializada justamente nessas áreas universitárias, na Pampulha e na região Noroeste.

Ainda de acordo com o gestor, a expectativa para 2020 é de continuação no aquecimento do mercado. “Atualmente, vivemos um ótimo momento para a compra, com taxas de juros reduzidas da Caixa, que giram em torno de 12% ao ano, com sinais de 20% ou 30%. É bom para as classes A, B e C”, afirmou.

Como a Inova tem correspondente da Caixa, o serviço é mais ágil e seguro. “O cliente não precisa se deslocar. Ele sabe que está tudo concentrado na Inova. Acaba que o resultado é um processo mais fácil e rápido”, disse.

Comprar ou alugar?
Para o especialista, existem mitos variados na hora de tal decisão. Um deles é o de que alugar seria perder dinheiro. “Ao alugar, você deixa de pagar condomínio e taxas, como o IPTU. É retorno, ao invés de gasto”, afirmou.

Mas comprar também pode ser vantajoso. “Além de poder fazer modificações físicas, como a ampliação de uma cozinha, você tem a comodidade de ir para um imóvel que verdadeiramente te atenda, em um bairro que você aprova”, explicou Sérgio.