O biscuit é uma arte de origem chinesa, que chegou no Brasil na década de 80. Por aqui, está sempre presente em festas de aniversários, batizados e, claro, em casamentos, na forma dos noivinhos em cima dos bolos. Mas com criatividade é possível fazer os mais diversos objetos e miniaturas. E é justamente essa produção artesanal e variada o foco do Ateliê Mari Guedes. 

Proprietária do empreendimento, Mariana Guedes monta vários tipos de arte com a massa de biscuit, como santos católicos e orixás, com 8 centímetros em média, topos de bolo com aproximadamente 14 centímetros e conjunto de peças usadas para constelação familiar. Ela também cria personagens diversos e personalizados a partir de uma foto com cerca de 12 centímetros e o que chama de modelo fofinho – em que a cabeça é desproporcional ao corpo –, com cerca de 15 centímetros. 

Além dos modelos na porcelana fria, a artista também faz trabalhos usando a técnica de origami, que são dobraduras em papel. Neste método são produzidas mandalas e cordões com flores coloridas. 

Devido ao processo de confecção, em que as peças precisam de tempo para secar, os pedidos devem ser feitos com 20 dias de antecedência e por consulta de disponibilidade da agenda. Os orçamentos são realizados por e-mail ou mensagem no Instagram. 

Mariana Guedes começou a produção das peças há cerca de 14 anos, a partir de um pedido familiar, quando fez o primeiro topo de bolo. Foi então que surgiu uma paixão pela arte de modelar e criar acessórios personalizados.

Atualmente, as peças que mais lhe dão prazer em fazer são os orixás, como por exemplo Xangô, Iansã, Oxóssi, Iemanjá, Oxum e Oxalá. Ela também mescla técnicas e produz mandalas de origami com orixás no centro. 

SERVIÇO:
Ateliê Mari Guedes
Whatsapp: (31) 9 9167-3537
E-mail: ateliemariguedes@gmail.com
Instagram: @ateliemariguedes