#POSTHD Conteúdo Patrocinado

O multiartista mineiro Michel Abou Abdallah, mais conhecido como Abou, retorna à telinha no elenco da nova novela das seis, da Rede Globo de Televisão, “Órfãos da Terra”. Músico, ator, modelo, dançarino e empresário, ele já participou de outras quatro produções globais, sendo a primeira delas a minissérie de dez episódios “Dois Irmãos”, exibida em 2017, mas gravada três anos antes.

As demais participações se deram em “A Regra do Jogo” (2015), “Liberdade, Liberdade” (2016) e “A Força do Querer” (2017). Em “Órfãos da Terra”, o belo-horizontino vive um dos amigos do Sheik Aziz Abdallah – vilão da trama, representado por Herson Capri. Em uma das primeiras aparições, Abou toca e baila a tradicional dança árabe Dabke, no casamento frustrado do milionário. A cena foi ar na quarta-feira. 

“Trata-se de uma dança folclórica do Líbano. Acontecia na transição das estações, quando o material das construções podia secar. Nessa época, amigos se reuniam para socar o barro com o pé. Ela remete à empatia, amor e alegria, no meio de tanta guerra e dor”, explica o ator.

Filho de libanês, o artista atribui os convites da Globo para as participações ao seu “perfil único e forte”. E não esconde a satisfação.“Estou muito feliz pela oportunidade de aprender e mostrar um pouco da cultura libanesa, junto com a arte da minha música. Com isso, a gente quer transmitir uma mensagem de respeito”, defende.

Isso porque o enredo traz a temática dos refugiados. “A novela irá transmitir a ideia do imigrante que passou por muitas dificuldades até chegar aqui. Poderia ser com qualquer um de nós”, ressalta.

Trajetória

Abou iniciou carreira artística ainda aos 13 anos. Na ocasião, venceu um festival de música, cujo prêmio era abrir os shows de Barão Vermelho e Falamansa para 5 mil pessoas, no Pampulha Iate Clube. Desde então, não parou de desenvolver talentos.

Aos 18 anos, entrou para a faculdade de Comunicação, quando começou a apresentar um programa musical na antiga TV Metrópole. Paralelamente, estudou teatro, aperfeiçoando o carisma e as habilidades no palco.

Depois de formado, morou dois anos na Espanha e outros dois na Inglaterra. Em Londres, apresentou-se em renomados bares, como o Salsa Club e Bar Madri, além de festas, mantendo uma agenda semanal.

Ao retornar a Belo Horizonte, em 2008, inaugurou o Quintal Bar Cultural e lançou o primeiro disco do grupo “Abou e os Caras da Terra”. O álbum vendeu mais de 45 mil cópias e angariou o título de melhor banda no Prêmio Mineiro da Música Independente, em 2009.

Após a gravação do segundo CD – todas as canções autorais estão nas principais plataformas de streaming, como o Spotify – apresentou-se vários eventos no Rio de Janeiro. Num deles, foi descoberto por produtores da Globo.

Atualmente, Abou divide-se entre o Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Na capital mineira, administra a Casa Sion, ambiente de festas particulares com excelente reputação nas redes sociais, localizada onde era o Quintal.

SERVIÇO:
Michel Abou Abdallah
Fan Page: @AbouEosCarasDaTerraa / @casasionbh
Instagram: @michel_abou_ / @abou_e_os_caras_da_terra / @casasionbh