Quem já ouviu falar em chá de cozinha, chá de panela, chá de lingerie e até chá bar pode se preparar agora para uma nova tendência entre os noivos. Conhecido como "chá de construção", o novo estilo de celebração tem se popularizado no Brasil e ganhado adeptos também entre os mineiros, que colocam na lista de presentes itens bastante inusitados, como cimento, cerâmica e tijolos. A intenção da festa é reunir familiares e amigos para contribuir com a compra de utensílios de construção e, assim, ajudar o casal na preparação do novo lar.

A maquiadora Leniara Veloso, que está com casamento marcado para janeiro de 2020, resolveu aderir à sugestão feita pela irmã, que viu um post sobre o assunto. "Eu não estava animada em fazer o tradicional chá de panela, já que tenho coisas que julgo suficientes para o início do casamento. Um dia, em uma conversa com a minha irmã, ela contou que viu algo parecido na internet e me sugeriu. E eu amei a ideia, já que estou na construção da casa onde vou morar", conta.

Ela confessa que sentiu medo que ninguém contribuísse. "No começo, as pessoas ficavam espantadas quando eu contava sobre meu chá, mas quando explicava melhor, elas achavam até legal. Porém, senti a necessidade de fazer um convite bem esclarecido", lembra a mineira. 

Segundo a maquiadora, o evento rendeu bons frutos. "Arrecadamos em torno de R$ 2.700 em materiais e utensílios de casa. O chá foi além das minhas expectativas. Claro que tive medo, mas no fim percebi que meus convidados ficaram felizes em nos presentear com algo útil", comemora. 

Conforme a decoradora Keroline Oliveira, a nova tendência veio como uma forma de ajudar os noivos na realização de um sonho, portanto é fundamental uma boa organização para que tudo ocorra de forma positiva. "É necessário que os casais se organizem em relação aos presentes, é imprescindível que eles deixem uma lista em uma loja de materiais de construção e oriente os convidados a comprarem por lá. Outra maneira de arrecadar os mimos é deixar uma conta bancária disponível, visto que, não seria legal chegar com caminhão de areia na festa."

Na web, a nova tendência repercutiu entre os internautas. "Existem todos tipos de chás, mas porque não há chá de bloco? Ex: quando o teu amigo quer começar a construir, reunirem-se e oferecerem material de construção??", escreveu um internauta no Twitter. 

"Mano, vou fazer um chá de construção, cada convidado pode me dá um saco de cimento, caixa de piso", escreveu outro.

 

 

*Maiara Brito, sob supervisão de Cássia Eponine