Apoiadores do ex-presidente Lula ocuparam o Centro de Belo Horizonte na noite desta quarta-feira (11) em protesto contra a prisão do petista. Os manifestantes se reuniram no começo da tarde na Praça Afonso Arinos e de lá seguiram pela avenida Afonso Pena até a Praça Sete e depois pegaram a avenida Amazonas em direção a Praça da Estação.

Por causa da passeata, segundo a BHTrans, o motorista enfrentou vários pontos de retenção na região do Centro. O ato foi pacífico e acompanhado pela Polícia Militar.

O dia nacional de mobilização em defesa da libertação do ex-presidente e pela retomada da democracia foi convocado pela Frende Brasil Popular, Povo Sem Medo e Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais (CUT). 

Lula foi o primeiro ex-presidente da República a ser condenado e preso pela Justiça. Condenado a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex em Guarujá (SP), ele teve a prisão determinada pelo juiz federal Sérgio Moro na última quinta-feira (5) e foi preso e levado para uma sala especial na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba, no sábado (7).

Durante a manhã, manifestantes bloquearam a avenida Antônio Carlos, na Pampulha, a avenida Nossa Senhora do Carmo, na Região Centro-Sul, e a Avenida Cardeal Eugênio Pacelli, em Contagem, na Região Metropolitana.

Nas ruas de BH, os manifestantes atearam fogo em pneus para impedir a passagem de veículos e o trânsito ficou complicado na capital durante toda a manhã desta quarta-feira.

Leia mais:
Kalil se reúne com PM após manifestações pró-Lula em BH para discutir segurança
Manifestantes pró-Lula travam trânsito em BH e prometem novo ato no fim da tarde