MAR VERMELHO

Batuque Coletivo lota avenida Afonso Pena com gestante tocando na bateria

Integrante da bateria, Beatriz "carnavalizou" com um barrigão de 8 meses

Da Redação
portal@hojeemdia.com.br
11/02/2024 às 17:57.
Atualizado em 11/02/2024 às 18:21
Grávida, Beatriz integra a bateria do Batuque Coletivo (Divulgação / Batuque Coletivo lotado)

Grávida, Beatriz integra a bateria do Batuque Coletivo (Divulgação / Batuque Coletivo lotado)

O Batuque Coletivo foi mais um bloco a desfilar em Belo Horizonte "arrastando" uma multidão de animados foliões neste domingo (11). E não é exagero dizer que transformou a avenida Afonso Pena em um mar vermelho - cor da blusa usada pelos integrantes da bateria. A concentração começou às 14h no cruzamento com a Getúlio Vargas, de onde seguiu rumo à Praça Tiradentes.

O bloco prezou pela inclusão, incluindo futuras mamães. Beatriz, integrante da bateria, ostenta um barrigão de 8 meses e traz o nome do filho, Yuri, no instrumento que carrega.

Fundado em 2016 pelos irmãos Bruno e Jorge Simão, o bloco arrastou 100 mil foliões no ano passado, segundo a Belotur. A expectativa para 2024 é que o número ultrapasse os 200 mil foliões. 

O bloco tocou diversos ritmos. Destaque para o axé - com clássicos do Araketu e Ivete Sangalo.

Mar Vermelho invade as ruas de BH no Carnaval (Divulgação / Bloco Batuque Coletivo)

Mar Vermelho invade as ruas de BH no Carnaval (Divulgação / Bloco Batuque Coletivo)

Leia mais

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2024Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por