pandemia

Escolas particulares de BH suspendem aulas presenciais após casos da Covid-19 em alunos

Raquel Gontijo
raquel.maria@hojeemdia.com.br
19/05/2022 às 15:35.
Atualizado em 19/05/2022 às 20:07

Os colégios Santo Agostinho e Sagrado Coração de Jesus, ambos na região Centro-Sul de Belo Horizonte, suspenderam as aulas presenciais de nove turmas após mais de um aluno testar positivo para a Covid-19. As atividades seguem em formato on-line até que se completem os dias necessários para o retorno seguro de todos os estudantes.

Diante dos casos, os dois colégios seguiram o protocolo da Prefeitura de BH. O documento orienta que, se em uma mesma turma, pelo menos 10% dos estudantes testarem positivo para Covid-19, as atividades presenciais precisam ser suspensas por 10 dias corridos, a partir do último caso confirmado. 

Sagrado Coração de Jesus

No colégio Sagrado Coração de Jesus, seis alunos testaram positivo para a Covid-19: dois do ensino fundamental e quatro do ensino médio.

Em uma das turmas, com 20 estudantes, dois contaminados foram suficientes para o afastamento de toda a classe em 13 de maio. As aulas retornam na próxima segunda-feira (23).

Na outra, com 35 alunos, as aulas foram suspensas nesta quarta-feira (18), após quatro estudantes testaram positivo para o coronavírus. As atividades retornam em 30 de maio.

A escola reforçou que, mesmo com o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados em BH e no Estado, a maior parte dos alunos segue usando o item de proteção facial dentro das salas. 

Santo Agostinho

O colégio Santo Agostinho informou que, na última terça-feira (17), entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde e confirmou que o protocolo da prefeitura, de fevereiro deste ano, segue em vigência.

Nessa escola, foram sete turmas afastadas. De acordo com a instituição, as atividades ocorrem de forma remota, “até que transcorram os dias necessários para o retorno presencial."

A escola ainda não informou quantos alunos testaram positivo para a Covid-19 e qual o retorno das aulas presenciais.

Em nota, o colégio reforçou que “desde o início da pandemia, vem seguindo todas as determinações dos órgãos competentes para casos suspeitos e confirmados de Covid-19". O colégio disse ainda que continua estimulando a manutenção das medidas preventivas, como a higienização das mãos com álcool 70% e o uso de máscaras em ambientes fechados.

O Hoje em Dia procurou o Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais (SINEP/MG) e aguarda retorno.

Veja a íntegra da nota do Santo Agostinho:

O colégio, que conta com quatro Unidades e cerca de 8.300 estudantes, informa que, no momento, sete turmas estão com as atividades presenciais suspensas, em função da detecção de casos de Covid-19. A medida está de acordo com a nota técnica 046/2021, da Prefeitura de Belo Horizonte, atualizada em 15 de fevereiro de 2022 e ainda vigente no município, que determina que, se forem identificados, em uma turma, 10% dos estudantes com diagnóstico positivo de Covid-19, as atividades presenciais precisam ser suspensas, por 10 dias corridos, a partir do último contato com caso confirmado. Das sete turmas, quatro já retornarão às atividades presenciais na próxima segunda-feira (23/05).
A partir da identificação do aumento no número de casos de Covid-19 no país, nos últimos dias, a escola reforçou, ainda mais, sua comunicação com estudantes, familiares e colaboradores, ressaltando sobre a necessidade de manutenção das medidas preventivas que, até o momento, garantiram a redução da disseminação da Covid-19, como a higienização das mãos com álcool 70% e o uso de máscaras em ambientes fechados. O colégio, desde o início da pandemia, vem seguindo todas as determinações dos órgãos competentes para casos suspeitos e confirmados de Covid-19, de forma a zelar pela saúde e segurança de sua comunidade escolar.
Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por