feminicídio

Gari morre após ser esfaqueada sete vezes pelo ex-marido em Ibirité, Grande BH

Raquel Gontijo
raquel.maria@hojeemdia.com.br
12/05/2022 às 12:40.
Atualizado em 12/05/2022 às 19:33
 (Reprodução/ Google)

(Reprodução/ Google)

Uma gari morreu, nesta quinta-feira (12), depois de ter sido esfaqueada sete vezes pelo ex-companheiro, em Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Camila Rodrigues de Sousa Gonçalves, de 33 anos, foi atingida no rosto, pescoço, nuca e tórax.

O crime aconteceu nesta quarta-feira (11), por volta das 8h40 da manhã, em frente a uma escola. Ela costumava tomar café da manhã no local e era conhecida por alguns funcionários da instituição, onde pediu ajuda.

Quando os policiais militares chegaram à cena do crime, a mulher ainda estava viva e apresentava diversos cortes profundos. Os militares levaram a vítima para um hospital da cidade. 

No entanto, devido à gravidade dos ferimentos, ela foi transferida em estado gravíssimo para o Hospital Municipal de Contagem. Lá, ela não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada desta quinta. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde de Contagem.

Ainda na manhã do crime, o homem foi localizado por policiais militares e conduzido à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, em Ibirité, onde o crime de feminicídio será apurado. A faca usada no assassinato foi apreendida.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por