Motoristas não cumprem exigência de frota mínima e PBH recorre à Justiça do Trabalho; entenda

Lucas Sanches
@sanches_07
22/11/2021 às 11:43.
Atualizado em 05/12/2021 às 06:18
 (Maurício Vieira/ Hoje em Dia)

(Maurício Vieira/ Hoje em Dia)

A prefeitura de Belo Horizonte vai comunicar à Justiça do Trabalho, ainda na tarde desta segunda-feira (22), sobre o descumprimento da exigência de frota mínima estabelecida durante a greve dos motoristas de ônibus na capital e pedir a tomada de medidas. A informação foi confirmada pelo presidente da BHTrans, Diogo Prosdocimi, em entrevista coletiva.

"Nenhuma das estações de BH cumpriu o mínimo de 60% da frota em circulação hoje. Por esse motivo, vamos avisar a Justiça do Trabalho para que as medidas cabíveis sejam tomadas", explicou Prosdocimi.

Com a paralisação dos motoristas neste começo de semana, ao menos 96 mil belo-horizontinos tiveram problemas com transporte nas primeiras horas da manhã. Segundo Prosdocimi, o número segue aumentando no decorrer do dia, e isso aumenta a necessidade de resolução do impasse o quanto antes.

O presidente da empresa responsável pelo trânsito na capital reforçou que o foco da discussão envolve empresas, trabalhadores e a Justiça do Trabalho. A PBH, como intermediadora, pediu que a reunião entre as partes fosse adiantada, e o encontro está marcado para a tarde desta segunda-feira. 

Enquanto não há decisão, a BHTrans segue monitorando o trânsito e possíveis ocorrências junto à Polícia Militar. "Ainda não se discute sobre o reajuste, que normalmente é feito no fim do ano. Por enquanto, a BHTrans segue no trabalho de monitoramento para fazer com que a volta para casa seja mais tranquila em BH", finalizou Prosdocimi.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por