Operação 'Divisas Integradas' apreende mais de cinco toneladas de drogas em Minas

Da Redação
portal@hojeemdia.com.br
20/05/2021 às 21:46.
Atualizado em 05/12/2021 às 04:59
 (Bernardo Carneiro / Sejusp / Divulgação)

(Bernardo Carneiro / Sejusp / Divulgação)

Mais de cinco toneladas de drogas foram aprendidas e 60 suspeitos presos pelas polícias mineiras durante a operação Divisas Integradas IV, que terminou nesta quinta-feira (20).

Na ação, que durou oito dias, e foi realizada nas fronteiras de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, foram fiscalizados 1.425 veículos no território mineiro, resultando na apreensão de oito armas de fogo, 338 munições e R$ 1.830 em dinheiro. Quatro adolescentes foram apreendidos.

O total de drogas recolhidas chega a 5,8 toneladas, além de 56 armas e 48 veículos roubados recuperados. “O que está acontecendo hoje, com esse modelo de operação, é o sonho de todo agente de segurança pública: atuar de forma integrada, com todas as polícias unidas, e uma operação com sucesso absoluto”, ressaltou o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Rogério Greco.

Em Minas, a operação contou com o envolvimento conjunto de profissionais da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, principalmente do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), polícias Militar, Civil, Rodoviária Federal e Penal, além do Corpo de Bombeiros Militar, Sistema Socioeducativo e Receitas Estadual e Federal.

Somados, os efetivos ultrapassaram 20 mil policiais. Também foram empenhadas 6.770 viaturas, 17 aeronaves, 17 drones, 142 cães e 91 embarcações nas unidades da federação. 

Divisas Integradas

Esta foi a quarta fase da operação Divisas Integradas - primeira deste ano. O marco desta edição foi a participação do Rio de Janeiro – Estado que até então não tinha composto a ação interagências.

A primeira operação foi deflagrada em julho de 2020 entre os estados de São Paulo e Minas Gerais. No mês seguinte, mais uma ação foi realizada, reunindo o território paulista e o Estado do Paraná.

A terceira fase, em outubro, uniu pela primeira vez mais de duas unidades federativas, contando com a participação de forças de segurança de São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Mato Grosso do Sul.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por