Pelo menos 11 escolas estão sem aula no terceiro dia de greve dos professores da rede particular

Cinthya Oliveira
cioliveira@hojeemdia.com.br
27/04/2018 às 13:47.
Atualizado em 03/11/2021 às 02:33

Pelo menos 11 escolas privadas de Belo Horizonte estão sem aulas nesta sexta-feira (27), terceiro dia de paralisação após os professores da rede privada deflagrarem greve, segundo levantamento feito pelo Hoje em Dia junto às secretarias das instituições. De acordo com Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais (Sinep), 0,9% das escolas da capital e de Contagem foram afetadas pela greve.

O Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais (Sinpro Minas) ainda não divulgou um balanço da adesão. Em várias escolas que estavam sem aulas na quarta (25) e na quinta (26), professores retornaram aos trabalhos nesta sexta.

Os professores das escolas particulares decidiram pela manutenção da greve, durante assembleia da categoria, realizada na tarde desta quinta-feira (26), no pátio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. O principal impasse é o reajuste salarial. O sindicato dos trabalhadores pede um aumento compatível ao INPC (1,57%) mais 3% a título de valorização dos profissionais, somando 4,57%. Já o Sinep informou que foi oferecido o reajuste do INPC.

Nesta sexta (27), os sindicatos se reuniram, mas o impasse continua. Na segunda (30), Sinep e Sinpro voltam a se encontrar no TRT-MG. O sindicato das escolas reforça que fez uma revisão das propostas apresentadas e garante aos professores os principais benefícios cuja ameaça de retirada motivouia paralisação em algumas escolas. Dessa forma, estão assegurados: adicional por tempo de serviço, adicional extraclasse, tempo de intervalo entre aulas e bolsa de estudos. Tudo da forma como está na atual Convenção. Mas o Sinpro questiona outros dez pontos, como a redução das férias. (Colaborou Amanda Souza, sob supervisão de Gledson Leão) 

Veja a lista de escolas sem aulas nesta sexta, conforme a apuração do Hoje em Dia:

Magnum Cidade Nova

Casa Viva

Escola da Serra

Padre Eustáquio

Arnaldo Anchieta (paralisação parcial)

Dom Silvério (paralisação parcial)

Loyola

Batista Mineiro (paralisação parcial)

Balão Vermelho

Obra Social São José Operário

Sagrado Coração de Maria

Um grupo de alunos do colégio Santo Agostinho demonstrou apoio à greve dos professores da rede privada. O corpo docente da escola está trabalhando normalmente nesta sexta (27).

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por