Polícia desarticula quadrilha que falsificava documentos para compra de produtos agropecuários

Rosiane Cunha
rmcunha@hojeemdia.com.br
25/05/2021 às 19:12.
Atualizado em 05/12/2021 às 05:01
 (Polícia Civil/Divulgação)

(Polícia Civil/Divulgação)

Um quadrilha que fraudava cadastros para compras em lojas próximas à Central de Abastecimento de Minas Gerais (Ceasa-MG), em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi desarticulada pela Polícia Civil.

Dois homens, de 38 e 51 anos. foram presos em Abaeté e Pitangui, no Centro-Oeste do Estado, na última quinta-feira (19). A estimativa é de que os golpes tenham causado prejuízos de aproximadamente R$ 140 mil às vítimas.

O grupo é investigado por falsificação de documentos para compra de produtos agropecuários. Durante as apurações, os policiais constaram que, na nota fiscal, constava uma carga com destino a Paineiras, na região do Alto São Francisco. Porém, o transbordo acontecia em Abaeté.

“Eles conseguiam efetuar cadastro nas lojas próximas às Centrais de Abastecimento de Minas, e, após a aprovação, realizavam as compras. Nesse caso específico, compraram 300 sacos de milho”, relata, explicou o delegado Gustavo Barletta.

As investigações foram realizadas pela 2ª Delegacia Especializada em Investigação e Repressão ao Furto e Roubo do Departamento Estadual de Investigação de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri).

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por