Triângulo Mineiro

Quatro vítimas de cárcere privado por dívidas de drogas são salvas por policiais em Uberaba

Clara Mariz
@clara_mariz
13/05/2022 às 19:03.
Atualizado em 13/05/2022 às 19:15
 (Facebook/Reprodução/Prefeitura de Uberaba)

(Facebook/Reprodução/Prefeitura de Uberaba)

Quatro pessoas que eram mantidas em cárcere privado foram resgatadas na madrugada desta sexta-feira (13), no bairro Parque das Américas, em Uberaba, no Triângulo Mineiro. As vítimas estavam em um imóvel com portas de aço reforçado e câmeras de vigilância. De acordo com a Polícia Militar (PM), os dois homens e as duas mulheres tinham dívidas de drogas com um suspeito de tráfico da região. Duas pessoas foram presas e outras duas continuam soltas.

Segundo a PM, as operações começaram na madrugada após parentes de uma das vítimas, um homem de 42 anos, procurarem uma delegacia alegando que o familiar foi sequestrado e que os suspeitos estavam pedindo o pagamento de R$ 4 mil pelo resgate, valor que seria para pagar dívidas com o tráfico de drogas.

Depois de diligências pela cidade, os militares encontraram a primeira vítima. Ele estava acompanhado de outro homem, de 31 anos, que contou que estava sendo mantido preso e torturado há 20 dias.

Os dois contaram aos policiais que possuem dívidas de drogas e como o pagamento não foi feito, um deles chegou a oferecer a própria moto como garantia para ser solto. Eles estavam indo buscar o veículo quando foram salvos. 

Operação
No imóvel que estava sendo usado como cativeiro, os agentes do Centro Integrado de Operações da Polícia Militar (Copom) de Uberaba identificaram os reforços de segurança e decidiram entrar pelo telhado. Durante a operação, testemunhas informaram barulho de objetos sendo quebrados e gritos de pessoas pedindo socorro. 

Na ação, alguns suspeitos que vigiavam o local tentaram fugir mas foram presos. Eles se feriram e, como precisavam receber atendimento médico, foram encaminhados para uma Unidade de Pronto Atendimento da cidade. Com eles foram apreendidos tabletes de maconha, porções de drogas, uma faca e uma arma falsa.

Outras vítimas 
Assim que entraram no cativeiro, os policiais encontraram duas mulheres, de 22 e 25 anos, que afirmaram também possuir dívidas de drogas com um dos suspeitos. Elas explicaram que o pagamento das substâncias era "impossível' porque, caso uma dívida fosse contraída, os juros cobrados eram muito altos.

Leia mais:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por