Sindicato realizará 250 testes de coronavírus em metroviários de BH

Renata Evangelista
rsouza@hojeemdia.com.br
19/07/2020 às 14:48.
Atualizado em 27/10/2021 às 04:04
 (Frederico Haikal/Arquivo Hoje em Dia)

(Frederico Haikal/Arquivo Hoje em Dia)

Duzentos e cinquenta metroviários de Belo Horizonte serão submetidos a testes da Covid-19 a partir desta segunda-feira (20). Os exames gratuitos vão ser oferecidos pelo sindicato da categoria. A entidade pretende identificar quantos funcionários da Companhia Brasileira de Transporte Urbano (CBTU) tiveram contato com o novo coronavírus. 

De acordo com Romeu Machado, presidente do Sindicato dos Empregados em Transportes Metroviários e Conexos de Minas Gerais (Sindimetro), vários trabalhadores já foram infectados. "Queremos dar mais tranquilidade para todos, pois muitos são assintomáticos ou apresentam pequenos sintomas e não sabem. Se identificar a doença, o funcionário será imediatamente afastado", explicou. O exame também detecta quem já contraiu o vírus, mas se recuperou da doença. 

O contingente que será testado corresponde a 25% dos funcionários que estão nas estações. Hoje, a CBTU tem 1.700 empregados, mas aproximadamente 700 estão afastados por serem de grupo de risco ou estão em home office. "Todos que fizeram cadastro no site do sindicato e demonstraram interesse em fazer o teste serão examinados", garantiu o sindicalista. "Queremos usar o resultado dos testes para mostrar para a empresa a urgência de examinar toda a categoria", reforçou Machado.

Desde 29 do mês passado, quando BH determinou que somente os serviços essenciais podem funcionar, o metrô reduziu o horário de funcionamento de circulação dos trens. O meio de transporte opera das 5h40 às 9h e das 16h30 às 20h, diariamente.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por