Investigação

Um mês após tragédia, Polícia Civil pede mais prazo para concluir inquérito sobre Capitólio

Marina Proton
mproton@hojeemdia.com
08/02/2022 às 09:35.
Atualizado em 08/02/2022 às 14:41
 (CBMMG / Divulgação)

(CBMMG / Divulgação)

A Polícia Civil de Minas Gerais solicitou à Justiça a prorrogação do prazo para concluir o inquérito que apura a causa da queda de um cânion em Capitólio, na região Centro-Oeste do Estado, que deixou dez pessoas mortas. Segundo informou na manhã desta terça-feira (8), foi feito o pedido de mais 30 dias. 

No dia em que a tragédia completa um mês, a polícia informou que, até o momento, 50 pessoas, entre testemunhas, turistas, empreendedores, representantes do poder executivo e engenheiros, foram ouvidos. 

Ainda segundo a instituição, o laudo geológico está em fase de conclusão e será incluído no procedimento de investigação. 

“Diante da complexidade dos fatos e da necessidade de aguardar a conclusão do laudo, bem como investigar a vasta documentação, a Polícia Civil solicitou o aumento do prazo perante ao poder judiciário”, justificou o delegado responsável pelas investigações, Marcos Pimenta.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por