CPI de Assistência Social

Vereador avalia abrigo que acolhe famílias em situação de rua em BH: 'largado às traças'

Parlamentares visitaram duas instituições de acolhimento nesta segunda-feira

Raquel Gontijo
raquel.maria@hojeemdia.com.br
20/11/2023 às 13:48.
Atualizado em 20/11/2023 às 14:07
 (Fernando Michel / Hoje em Dia)

(Fernando Michel / Hoje em Dia)

Vereadores da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assistência Social sobre a População em Situação de Rua visitaram nesta segunda-feira (20), duas unidades de acolhimento institucional da prefeitura de Belo Horizonte que atendem famílias nestas condições. 

O objetivo das visitas é verificar se o orçamento gasto pela assistência social para o atendimento deste público é compatível com os serviços e estruturas que são oferecidos para a solução do problema. Nesta segunda foram visitados os abrigos Granja de Freitas e Pompeia, na região Leste de  BH. Nas visitas os parlamentares verificaram as instalações e funcionamento das unidades. 

Segundo a PBH, o abrigo Pompéia acolhe famílias em estado de abandono, situação de vulnerabilidade e risco pessoal e social, com vínculos familiares rompidos ou extremamente fragilizados e sem condições de moradia e autossustentação, possibilitando a reorganização e o planejamento de vida, visando à saída definitiva das ruas.

(Fernando Michel / Hoje em Dia)

(Fernando Michel / Hoje em Dia)

Já o abrigo Granja de Freitas acolhe famílias em situação de vida nas ruas e famílias vindas de locais de situação de risco geológico que são encaminhadas pela Companhia Urbanizadora e de Habitação de Belo Horizonte (Urbel), para garantir proteção socioassistencial.

Para o vereador e presidente da CPI, Bráulia Lara (Novo), a unidade Pompeia está em processo de desmobilização e o local será destinado para a política de habitação social.

“A gente viu aqui uma estrutura que realmente tem um potencial muito grande e já que a prefeitura está fazendo esse remanejamento eu acredito que aqui é um dos pontos interessantes de BH para que esse investimento na habitação social aconteça o mais rápido possível”, ressaltou o presidente da CPI.

(Fernando Michel / Hoje em Dia)

(Fernando Michel / Hoje em Dia)

Na avaliação do vereador Cleiton Xavier que também acompanhou a visita, o espaço está em situação de “descaso” pelo poder público.

“Fiquei muito surpreso porque o abrigo Pompéia está largado às traças. O equipamento que tem capacidade para acolher 32 famílias nos foi informado que tem sete famílias no local. É um espaço extenso com áreas inutilizadas. Precisamos ter mais responsabilidade com o dinheiro público”, destacou o vereador.

Até o fim deste mês outros três abrigos serão visitados pelos parlamentares.

(Fernando Michel / Hoje em Dia)

(Fernando Michel / Hoje em Dia)

Leia mais:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2023Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por