Instituto Inhotim passa a integrar o Google Art Project

Hoje em Dia
21/05/2013 às 14:06.
Atualizado em 21/11/2021 às 03:52

O mais famoso museu a céu aberto do Brasil, o Instituto Inhotim, vai passar a integrar o Google Art Project. O espaço, localizado na cidade de Brumadinho, na Grande BH, e que conta com mais de 300 mil visitas anualmente, estará disponível online para todos os internautas do mundo nos próximos meses.

"Inhotim é um museu diferente, com enormes áreas abertas entre suas galerias e instalações. Foi um grande desafio mapeá-lo em toda sua extensão e oferecer ao usuário a chance de conhecer suas obras", diz Berthier Ribeiro-Neto, Diretor de Engenharia do Google para a América Latina.

"Nosso objetivo com o Art Project é promover e preservar a cultura e as artes. Hoje, já é possível ver mais de 43 mil peças de arte, de mais de 9 mil artistas, de 40 países diferentes, em detalhes. É muito gratificante possuir a tecnologia necessária para fazer um projeto como este virar realidade", completou.

A captura das obras localizadas nas galerias foi feita pelo Trolley, um "carrinho" com câmeras que já passou pelos mais importantes museus do mundo.

Como Inhotim também abriga obras a céu aberto (além de um Jardim Botânico), as trilhas foram fotografadas pelo Trekker, que é uma mochila com 15 câmeras acopladas, usando o sistema operacional Android. Este equipamento é usado em locais onde o acesso de veículos é impossível -  recentemente, o Trekker foi utilizado na coleta de imagens no Cristo Redentor.

Para a curadora do Inhotim, Júlia Rebouças, participar do Google Art Project é mais uma iniciativa para garantir o acesso ao relevante acervo do Instituto. "Nada substitui uma visita ao Inhotim, mas com este projeto, que é também educativo, as pessoas poderão mapear e conhecer as obras antes da visita, organizar seus percursos e, no período da pós-visita, obter informações mais detalhadas sobre uma ou outra obra".

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por