Torcida da Lusa protesta contra o possível rebaixamento

Agencia Estado
14/12/2013 às 18:06.
Atualizado em 20/11/2021 às 14:48

A confusão envolvendo a Portuguesa e o possível rebaixamento por causa da escalação irregular do meia Héverton no jogo contra o Grêmio, pela última rodada no Campeonato Brasileiro, está longe de ter um fim. Neste sábado, a torcida da Lusa saiu nas ruas em protesto contra o julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que pode culminar com a perda de quatro pontos por parte do clube paulista. 'Ão, ão, ão, diga não ao tapetão' foi o coro entoado pelos manifestantes.

Entre os presentes, destaque para os cartazes de protesto contra Paulo Schmidt, procurador-geral do STJD, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e também contra o Fluminense, clube que seria beneficiado com a punição à Portuguesa. Organizado por meio do Facebook, o evento - intitulado de 'Diga não ao tapetão' - foi uma iniciativa da torcida da Portuguesa, que se sentiu injustiçada com a possibilidade do time ser rebaixado para a Série B depois de uma 'virada de mesa'. Para isso, foram convocados também os torcedores dos outros times que se identificaram com a situação vivida pelo clube. Mais de 3 mil pessoas confirmaram participação.

A manifestação aconteceu de maneira pacífica e os cerca de 250 participantes chegaram a fechar todas as pistas da Avenida Paulista, causando transtornos para o trânsito da região central de São Paulo.

O julgamento está marcado para a próxima segunda-feira e, caso seja punida, a Portuguesa cairá para 44 pontos, sendo, consequentemente, rebaixada para a Segunda Divisão, salvando o Fluminense.
http://www.estadao.com.br

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por