Inspirado na alquimia, Manoel Bernardes lança coleção Outono-Inverno

Estilo em Dia / 18/03/2019 - 10h00
MANOEL BERNARDES COLEÇÃO ALQUIMIA

A prática antiga da alquimia foi o ponto de partida para a nova coleção da joalheria mineira Manoel Bernardes, lançada na última semana. Datada da Idade Média, a arte filosófica, que buscava entender a natureza, defendia que todos os metais poderiam passar por um processo de transformação até chegarem a ouro.

"Naquela época, a ciência e a religião andavam juntas, não tinham a separação que vemos hoje. Buscamos repensar isso e entender o conceito da alquimia", revelou Manoel Bernardes, presidente da joalheria, em evento de lançamento da coleção, na última quarta-feira (13).

A festa movimentou o Esopo, em Nova Lima, que é um local a cara da Idade Média. Para complementar a decoração fixa da casa e dar mais o ar daquele período histórico, a joalheria destacou vidros típicos de uso na alquimia e o buffet Bravo programou cardápio com base em carnes de caça e outros insumos.

Na coleção Outono-Inverno, que tem várias "famílias" de produtos, gemas coloridas, pérolas e lapidação especial. "A coleção nos convida a retomar o contato com nossa essência, nossos sonhos e espiritualidade. O movimento é de desconectar-se do barulho externo, para identificar o essencial e ativar conexões positivas, com o olhar aberto. Mesmo quando são inspirados no passado, as peças comunicam uma linguagem contemporânea e otimista", explica Manoel.

Veja algumas das peças da coleção:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários