A gamificação como ferramenta para fortalecer a relação de lealdade com os consumidores

12/01/2022 às 19:27.
Atualizado em 18/01/2022 às 00:53

Samir Iásbeck*

Com a chegada da pandemia de Covid-19, muitos aspectos e dinâmicas da sociedade foram modificados devido à quarentena e às medidas de distanciamento. Entre todas as mudanças ocorridas no último um ano e meio, as maiores foram protagonizadas pelas empresas, que tiveram não apenas que se adaptar ao home office, como também se reinventar para conseguir sobreviver em meio à crise sanitária e pelos consumidores, que passaram a consumir de formas diferentes do que estavam acostumados, utilizando o comércio eletrônico em uma intensidade muito maior do que antes.

Dentro desse cenário, se tornou imprescindível para as companhias investirem em diferentes estratégias com o objetivo de chamarem a atenção das pessoas e fazer com que elas optassem por realizar suas compras em suas plataformas e não nos concorrentes, que no mundo virtual estão a poucos cliques de distância, oferecendo serviços semelhantes e até mais completos a todo momento.

Uma das táticas adotadas pelas marcas foi o desenvolvimento de ações voltadas para a experiência do cliente, que atualmente se tornou o principal fator para conquistá-los e fidelizá-los. O fato é que as organizações que se dedicam a criar produtos inovadores, capazes de resolver os problemas dos usuários, reduzir atritos e curar suas dores, acabam criando mais engajamento com o público.

Porém, só isso não é suficiente para retê-los nos sites e aplicativos, e o que percebemos nos últimos tempos é que o grau de atenção deles têm diminuído, fazendo com que estejam mais propensos a abandonar as plataformas e partir para outras alternativas que retenham o seu foco.

Com isso em mente, as instituições passaram a procurar por diferentes atividades e processos que potencializassem as chances de envolvimento, visando melhorar e aumentar o interesse do público com as marcas, e a aplicação das estratégias de gamificação foi uma das mais utilizadas e que geraram resultados positivos.

Ao trazer elementos de jogos, como recompensas, rankings, feedbacks rápidos e design criativos para o universo do marketing, é possível criar experiências online diferenciadas, divertidas, leves e interativas para os usuários, chamando sua atenção e fazendo com que se conectem mais profundamente com aquele produto ou companhia.

Seja por meio de promoções ou outros tipos de brincadeiras, essa aplicação da ludificação acaba por desenvolver uma ligação emocional com os clientes, o que agiliza as suas jornadas de fidelização e cria uma relação de lealdade. E, de acordo com um estudo realizado pela empresa de consultoria GS Ciência do Consumo, um consumidor fidelizado e engajado compra muito mais.

Pensar em diferentes possibilidades para melhorar os negócios e ter coragem de aplicá-las não é uma tarefa fácil, mas é essencial que as marcas possam continuar evoluindo, estando a par das necessidades do público, que tem se transformado de forma veloz, e aprimorando produtos e soluções.

* CEO e Fundador do Qranio, plataforma mobile de aprendizagem que usa a gamificação para estimular os usuários a se envolverem com conteúdos educacionais em todos os momentos

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por