Ciência de dados – Uma opção de alta empregabilidade para o novo normal

Opinião / 02/07/2020 - 06h00

Rosangela Silqueira Hickson*

Em primeiro lugar o que faz um Cientista de Dados? É o profissional que resolve problemas de negócios com análise de dados e algoritmos de Machine Learning ou aprendizado de máquina. 

E o que faz da Ciência de Dados uma carreira tão promissora?

São vários motivos: satisfação no trabalho, vagas, salário e ferramentas e habilidades aprendidas:

- Satisfação no Trabalho – o site Glassdoor, criou o guia “Os Melhores Empregos na América 2020“ (https://www.glassdoor.com/blog/the-best-jobs-in-america-2020/, onde o Cientista de Dados aparece como a segunda mais alta nessa lista, após o cargo de Gerente de Estratégia. 

- Vagas de Emprego – A posição de Cientista de Dados ainda é uma das mais buscadas nos EUA e em todo mundo. Isso pelo quarto ano consecutivo. Há muito mais vagas que profissionais capacitados.

- Salário – o salário de Cientistas de Dados está entre os maiores do mercado de trabalho nos Estados Unidos e em diversos países ao redor do mundo e a demanda ainda é muito maior que a oferta de profissionais. Com o aprendizado on-line, vale a pena investir na carreira. 

- Ferramentas e Habilidades Aprendidas – ao aprender Ciência de Dados, você se torna versado em habilidades que se sobrepõem em outros campos também, muitos dos quais também são referenciados na lista das 10 melhores funções de trabalho:
Aprender Ciência de Dados permite desenvolver habilidades e adquirir conhecimentos, que podem ser usados em outras funções.

- Solução de Problemas – talvez a habilidade mais valiosa aprendida ao se tornar Cientista de Dados seja a solução de problemas. Ao construir processos de análise de dados, essa capacidade faz você resolver um número cada vez maior de problemas, em diferentes segmentos. 
Você desenvolve habilidades sobrepostas que incluem, entre outras, SQL, Python, gerenciamento de produtos e inteligência de negócios.
E durante seu aprendizado, o foco é sempre nas resoluções de projetos práticos, conforme sempre recomendamos aos nossos alunos. A propósito, estamos incluindo diversos novos projetos em nosso curso Superior de Tecnologia em Ciência de Dados. Pense sobre isso.
Como você está enfrentando esse período de incertezas na sua corporação? Vamos tomar um café remoto e conversar sobre isso!
*Doutora em Biomedicina/Bioinformática, coordenadora do Mestrado profissional em Tecnologias aplicada Saúde, professora dos Cursos de Tecnologia da Informação da Faculdade Promove de Tecnologia.

 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários