Como descobrir o que o outro pensa, mesmo quando ele não fala

Opinião / 24/07/2021 - 06h00

Mauro Condé*

“O mentiroso precisa ter boa memória, para sempre lembrar o que disse por último.” - Quintiliano.

Acabo de voltar de uma viagem rumo ao conhecimento, usando como meio de transporte excelentes livros sobre Psicologia.

Eles me levaram para uma das salas de interrogatórios do FBI, onde fui recebido por Joe Navarro, a quem fui logo pedindo:

Ensina-me algo que eu ainda não saiba e tenha o poder de mudar a minha vida para melhor.

- Seja sempre o mais natural possível, até mesmo nos ambientes mais artificiais.

- Procure sincronizar seus gestos com suas palavras, pois a linguagem corporal funciona como dedo duro de nossas verdadeiras intenções.

Joe Navarro é um ex-agente do FBI e hoje dá palestras e cursos sobre como decodificar e ler as pessoas através de seus gestos e sinais.

É dele o livro “O Que Todo Corpo Fala”, que trata da interpretação dos sentimentos por trás das nossas expressões faciais.

Joe nos ensina a analisar a linguagem corporal para compreendermos o que o outro está verdadeiramente querendo comunicar.

Através de suas dicas, aprendemos a perceber facilmente quando uma pessoa está sendo sincera, está mentindo ou tentando esconder alguma coisa.

Em um diálogo, quase 70% da comunicação é decodificada pelos gestos e linguagem do corpo, superando o que é falado pela boca.

Em tempos de home-office, tele-ensino e telemedicina, precisamos aprender a ler a postura corporal do outro.

Ficar atentos aos sinais, desde o movimento dos cabelos, dos lábios, das sobrancelhas, dos olhos, dos ombros e até do posicionamento das mãos e dos pés.

No seu livro, Navarro dá dicas sobre como detectar mentiras, consideradas por ele como “ferramentas de sobrevivência social”.

Ele ensina que a mentira gera estresse e vice-versa e que a pista está nos sinais de desconforto que as pessoas emitem.

Lendo esse livro, me lembrei de uma cena em que Sherlock Holmes simula retribuir o flerte de Adler, uma sensual e perigosa terrorista, para se aproximar dela e tomar seu pulso e checar a dilatação de suas pupilas.

Através dessas duas pistas, ele descobre a senha do telefone para desbloquear uma bomba mundial.

 O diabo mora nos detalhes e a mentira também.

*Palestrante, Consultor e Fundador do Blog Do Maluco

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários