Como um brasileiro criou o Instagram

Opinião / 24/12/2020 - 06h00

Mauro Condé

“Nada substitui a beleza natural” - Ivo Pitanguy.

Acabo de voltar de uma viagem rumo ao conhecimento, usando como meio de transporte um excelente livro sobre o universo digital.

Ele me levou para San Francisco, Califórnia, Estados Unidos, onde fui recebido pela escritora Sarah Frier, a quem fui logo pedindo:

Ensina-me algo que eu ainda não saiba e tenha o poder de mudar a minha vida para melhor.

- Faça da ousadia o seu traço de personalidade mais marcante.

- Procure hoje colocar a cabeça dentro do futuro e tente moldar o presente para que ele se transforme na sua visão.

Sarah escreveu o premiadíssimo livro “No Filter” (Sem Filtro, em português) , no qual ela conta a história da criação do Instagram, desde a sua concepção, há dez anos, até o seu crescimento meteórico e sua venda para o Facebook por US$ 1 bilhão.

Frier capta, com um incrível poder de investigação científica e de síntese, a essência da história de uma das mais extraordinárias empresas da era digital.

O Instagram chegou ao incrível recorde de acumular mais de 1 bilhão de usuários por mês.

Foi criado por dois jovens engenheiros visionários, um deles, brasileiro, o paulistano Michel Krieger, conhecido na América como Mike.

Durante uma folga em uma praia mexicana, seu amigo Kevin teve o grande momento de eureka na vida.

Em uma caminhada com a namorada, ela perguntou, em tom de instigação, como é que um amigo do casal conseguia publicar em suas redes sociais fotos tão bem produzidas.

Kevin logo respondeu que ele deveria usar um dos aplicativos básicos que sobrepunham filtros às imagens das fotos, com o intuito de reduzir suas imperfeições.

Espantada e bem-humorada, a namorada sugeriu que Kevin e Mike talvez pudessem pensar em ter filtros no novo aplicativo que estavam desenvolvendo.

Quando voltou a San Francisco, Kevin comentou para com o amigo brasileiro sobre a sugestão do uso dos filtros tão elogiados por sua namorada.

Mike se debruçou em cima da ideia e criou logo os primeiros esboços, e assim surgiram os famosos filtros do Instagram.

No Filter é um dos melhores livros entre os 364 que já li neste ano, dentro da minha meta pessoal de ler um livro por dia.

Se o brasileiro Ivo Pitanguy criou a cirurgia plástica e o conceito de beleza e estética facial, Mike Krieger transportou esse conceito para as fotos digitais.

No fundo, o brasileiro gosta é mesmo de beleza, você não acha?

Palestrante, consultor e fundador do Blog do Maluco

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários