Evolução no ensino médio

Opinião / 10/12/2016 - 06h00

Alexandre Cézar de Oliveira Melo*

Diante das diversas discussões acerca da reforma do ensino médio, destaca-se o formato obsoleto que sustenta esse nível da educação no Brasil. Na opinião do diretor institucional do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), professor Antônio Vieira Paiva Neto, o modelo atual foi estruturado de forma fabril, pois proporciona a fragmentação do conhecimento. Para o especialista, o pensamento de organização da escola é antiquado e avesso ao pensamento crítico e ao desenvolvimento do jovem. 

Devemos ter consciência de que a qualidade do ensino dos nossos jovens é uma responsabilidade da sociedade como um todo e depende de investimentos na preparação adequada de professores. Portanto, as discussões para reformulação que atenda às demandas atuais devem envolver diretores e gestores de escolas, educadores, estudantes, familiares, bem como representantes de instituições e organizações contratantes desses futuros talentos como profissionais no mercado de trabalho.

O Consed vem discutindo, desde 2013, mudanças que têm como ponto alto a flexibilização do currículo no ensino médio para que as escolas tenham carga horária mais flexível com a valorização da prática como complemento da teoria.

A promoção e o estímulo de atividades práticas farão com que o jovem seja desafiado a pensar diferente e coloque em prática seus conhecimentos para resolver questões reais, relacionadas ao seu dia a dia ou da sua comunidade. Da busca de soluções para os problemas do cotidiano, poderão surgir ideias e ações empreendedoras que possibilitarão que o estudante se transforme em protagonista de seu próprio sucesso.

A mudança no nível médio do ensino passará ainda por muitas discussões e adaptações antes de ser sancionada, mas a sociedade precisa acompanhar e participar desse processo visando garantir que, por meio da nova proposta, a educação brasileira evolua para um patamar melhor, acompanhando o movimento que ocorre em outros países.

(*) Professor, administrador e mestre em Educação Tecnológica e supervisor de Comunicação do Centro de Integração Empresa-Escola de Minas Gerais

 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários