Mensagem de Natal - A vida é bela

23/12/2021 às 15:04.
Atualizado em 29/12/2021 às 00:36

Mauro Condé

“Milhares de velas podem ser acesas a partir de uma única vela e nem assim a sua vida será encurtada, portanto, sua felicidade nunca diminui ao ser compartilhada” - Buda.

Acabo de voltar de uma viagem rumo ao conhecimento, usando como meio de transporte excelentes filmes ganhadores do Oscar.

Eles me levaram para Cortona, região da Toscana, província de Arezzo, na bela Itália de 1997, onde fui recebido por Roberto Benigni, a quem fui logo pedindo:

Ensina-me algo que eu ainda não saiba e tenha o poder de mudar a minha vida para melhor.

- Procure rechear o prato amargo e pessimista do cotidiano da vida com generosas pitadas de humor, alegria e otimismo.

Benigni foi ator, diretor e produtor do premiado clássico do cinema “A Vida é Bela”.

Filme que narra uma incrível história dramática em tom de fábula cômica sobre os horrores do Holocausto, recheado de romance e amor pela família.

Por volta de 1938, no interior da Itália, um simpático e simples judeu chamado Guido se encontra, literalmente e por acidente com Dora, uma linda professora local.

Mal bate os olhos nela e descobre ser Dora a mulher da sua vida, amor à primeira vista.

Porém a professora é noiva e está prestes a se casar com um rico funcionário público.

Guido ignora a realidade e entre truques e tentativas, consegue convencer a sua amada a jogar a vida para o alto e viver com ele uma linda e quase impossível história de amor.

Vivem cinco anos muito felizes na companhia do pequeno e simpático filho Giosué.

Até que as medidas de perseguição e detenção aos judeus são implementadas na Itália.

Guido e o garoto são deportados para um campo de concentração e Dora tenta seguí-los, sem sucesso.

Pai e filho ficam juntos e durante todo o tempo de prisão Guido age de forma incrivelmente engenhosa para convencer seu filho, com auxílio dos outros prisioneiros, de que eles estão num campo de férias a participar de um longo e emocionante jogo.

Para ter sucesso em sua empreitada, Guido consegue transformar cada momento de humilhação, repressão e violência em hábeis situações do imaginário jogo, visando alterar a realidade aos olhos do inocente Giosué.

Uma grande lição de como os pais são capazes de fazer de tudo para evitar o sofrimento de seus filhos, com um final intrigante e uma trilha sonora incrível.

Eu concordo com a mensagem do filme de que o amor é um antídoto poderoso contra o ódio e que por mais que existam momentos ruins, a vida ainda é bela.

Feliz Natal!

*Palestrante, Consultor Fundador do Blog do Maluco

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por