Natal sem excessos

Opinião / 24/12/2018 - 07h00

As festas de fim de ano, mais especificamente Natal e Réveillon, costumam ser tidas por muitos como os grandes vilões da vida saudável. Os números confirmam que grande parte das pessoas realmente não resiste e cai em tentação. Segundo pesquisa da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran), apenas 8% dos entrevistados informaram conseguir manter a dieta nessa época do ano, contra 37% que assumiram sair completamente da rotina e 55% que relataram que se permitem sair da dieta, mas buscam equilibrar os alimentos.

As festas de fim de ano, porém, não precisam ser um pretexto para estragar todo o esforço feito durante os últimos meses. Com algumas escolhas conscientes, é possível se divertir e comer alimentos saborosos e nutritivos sem “enfiar o pé na jaca”. Não é necessário, e nem é recomendável, fazer restrições malucas nesta época do ano. Equilíbrio é e sempre será a palavra de ordem para se manter saudável.

Primeiramente, abandone o velho hábito de ser aquele tipo de convidado que aceita tudo. As escolhas alimentares são decisões individuais e nenhum anfitrião, por mais bem-intencionado que seja, pode te obrigar a comer. Escolha os alimentos mais indicados para você e não se sinta culpado em recusar aquilo que prejudicará sua dieta.

Também é recomendável – com ajuda de um profissional – programar um jejum de 16 a 18 horas no período que antecede as festas. No dia da ceia, o ideal é alimentar-se de forma mais leve, ingerindo saladas e frutas pouco doces. Outra dica bacana é guardar um pedaço da sobremesa e comê-la apenas no fim da festa. Isso evita que a pessoa caia na tentação de repetir várias vezes.

Para aqueles que seguem a dieta LCHF (Low Carb, High Fat), a famosa “dieta low carb”, algumas escolhas de cardápio são bastante interessantes. Dê preferência para as carnes brancas, como o peru e pernil, e sempre escolha os assados. Essas carnes são excelentes fontes de lipídios e energia. Outra boa opção é incluir as frutas no prato. Morangos e cerejas – frutas que também ficam lindas na decoração – são opções saudáveis e com pouca quantidade de carboidrato. Invista também nos queijos, principalmente os gordos, que quase não possuem carboidratos. O parmesão é uma delícia e se encaixa nesta categoria.

Uma boa dica, independentemente se você segue a dieta LCHF ou não, é investir no poder das oleaginosas. Nozes, amêndoas, avelãs e castanhas sempre dão as caras nas festas de final de ano e são excelentes opções de gordura para colocar no cardápio. Muita gente acha que é proibido consumir gorduras para ter uma vida saudável – o que é um grande erro. A recomendação é escolher opções de gordura saudáveis e que não são tóxicas para o nosso organismo. A única ressalva é o amendoim, cuja molécula produzida ao ser ingerido pode ser muito irritante para o intestino.

Além de tudo isso, mantenha sua rotina de exercícios físicos normalmente, se hidrate e durma de maneira adequada. Com equilíbrio, é possível aproveitar as comemorações e evitar excessos que vão pesar na balança e na saúde.

Sarina Occhipinti (*)
Médica especialista em clínica e nutrição funcional

 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários