Olhar para o outro

Opinião / 23/12/2016 - 06h00

Maurilio Pedrosa*

“Feliz daquele que consegue enxergar na alegria do outro, o resultado de suas ações, do seu investimento, da sua dedicação e do seu empenho", diz o professor Clovis de Barros Filho. É esse mesmo pensamento que move a equipe do Minas Pela Paz, que trabalha para transformar a vida de pessoas socialmente vulneráveis.

Ao longo de quase dez anos, promovemos o engajamento intersetorial em prol de causas que acreditamos, dando volta nos preconceitos e obstáculos onde nos propusemos contribuir e compartilhar conhecimentos. 

Com as atividades do 181 Disque Denúncia, oferecemos aos cidadãos de Minas Gerais a oportunidade de uma participação ativa no enfrentamento à criminalidade. Pelas informações obtidas por esse canal, as ações de policiais resultaram na apreensão de 31 toneladas de drogas, mais de 15 mil armas de fogo, 185 mil munições, além de R$35 milhões do tráfico de drogas.

Pelo projeto Trampolim possibilitamos a entrada de 280 jovens em cumprimento de medidas socioeducativas em programas de aprendizagem. Desta forma, aliam o estudo e o trabalho, adquirem conhecimento e passam a receber salário, passos importantes para uma trajetória de inclusão social.

Além disso, atuamos na qualificação e empregabilidade para mais de 5 mil pessoas privadas de liberdade, especialmente as que cumprem suas penas nas APACs, as Associações de Proteção e Assistência aos Condenados. Com um diploma em mãos e mais habilidades para o trabalho, essas pessoas passam a produzir, gerar renda para si e para suas famílias e a sonhar com um futuro melhor.

Estamos concluindo, no Brasil, um ano complexo nos aspectos econômicos, sociais e políticos, em que os valores e princípios que sustentam a nossa existência estão sendo confrontados de forma destrutiva.

Nem por isso perdemos a esperança. Urge perseverar e agregar esforços na transformação da sociedade em um ambiente mais justo e inclusivo. Nós merecemos um país melhor e estamos trabalhando para isso. Venha 2017!

(*) Gestor do Minas pela Paz

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários