Onde está a Inteligência Artificial (IA)?

25/01/2022 às 18:18.
Atualizado em 26/01/2022 às 00:13

Diogo Lima*

A Inteligência Artificial surgiu com a necessidade de fazer com que os computadores pensassem e agissem como um humano. Imagina-se que a IA foi criada após o período de Segunda Guerra Mundial envolvendo diversos cientistas como Alan Turing e os pesquisadores Marvin Minsky, John McCarthy, Allen Newell e Herbert A, tendo sua origem em 1956. A IA fez seu primeiro marco para história com o teste denominado como Teste de Turing, em que seu intuito era realizar avaliações e saber se seria possível em uma conversa por escrito, a máquina se passar por um ser humano. Mas e hoje, onde está a IA?

Em 1964 tivemos o primeiro chatbot do mundo chamado ELIZA, utilizado para dar respostas automáticas. Já pararam para pensar em quantos chatbots interagimos ou somos convidados a interagir hoje? Os chatbots são somente uma parte, diga-se de passagem, perto do que já temos, usamos e muitas vezes nem percebemos. Que tal identificarmos um pouco da IA que nos cerca hoje em dia?

Basicamente, empresas de médio/grande porte utilizam sistemas de gestão, que com base em coleta de dados contínua retornam informações processadas para auxiliar nas tomadas de decisão do gestor. McDonald’s, por exemplo, usa a IA para ter maiores chances de acerto sobre localidades e públicos-alvo na abertura de uma nova loja, para saber quais lanches deverão ser mais ofertados naquela região. Netflix, como outro exemplo, usa a IA para traçar um perfil sobre quem o usa, entender quais gêneros de filmes/séries recomendar e quais capas usar nestes filmes/séries para que tornem estes mais atrativos para quem navega pelo seu vasto mundo de streaming. Os negócios de áreas financeiras usam a IA para fazerem a análise de risco para somente depois decidirem se podem liberar, quanto liberar ou não liberar créditos a seus clientes.

Temos também a IA em nossa palma da mão, ou em nossos pulsos. Todos os smartphones e grande parte dos smartwatches contam com alguma assistente virtual (Google, Siri, Alexa, Bixby, ...). A IA trabalha para identificar sua voz, te definir como dono daquele dispositivo e assim começar a traçar formas diferentes de executar o mesmo comando para você. Atualmente, já é possível ver em algumas casas pequenas automações como ligar/desligar o ar-condicionado e ajustar sua temperatura, ligar/desligar TV/ luzes/ tomadas, tudo isso sendo controlado por algum assistente virtual espalhado pela casa, pois grande parte dos dispositivos já vem com essas funcionalidades.

Também usado por milhões de usuários no mundo, o Waze conta com a Inteligência Artificial desde o momento em que te localiza, ele a usa para definir a melhor rota, e te acompanha a cada metro, passando informações do seu trajeto, recalculando tempo e rotas quando preciso e até usa a IA para identificar modificações nas vias a todo momento, se atualizando o mais rápido possível com as mudanças das vias pelo mundo.

Enfim, o objetivo desse artigo é tentar refletir um pouco sobre como a IA é usada hoje por nós em todos os lugares, além demonstrar que no mundo corporativo usar a Inteligência Artificial pode te ajudar a reduzir e muito os riscos de seu negócio e sair bem à frente dos concorrentes. Se pararmos para refletir um pouco, veremos IA em tudo. Hoje vemos como um simples desejo falado próximo de nossos smartphones geram propagandas por onde navegamos, notificações em nossos smartphones, sejam de viagens, produtos etc., lá está ela (IA), trabalhando muitas vezes com mais velocidade e qualidade do que um ser humano teria.

E você, já encontrou alguma Inteligência artificial no seu dia a dia?

*Software Architect na AP Interactive

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por