Terapias integrativas podem aliviar as tensões do retorno ao trabalho presencial

14/12/2021 às 20:44.
Atualizado em 29/12/2021 às 00:33

Laura Mariani*

O retorno aos escritórios é uma realidade cada vez mais presente no dia a dia de colaboradores e times corporativos à medida que a vacinação contra a Covid-19 avança no país. Porém, essa volta inspira cuidados, principalmente com a saúde mental desses profissionais que vão ter que se “readaptar” à rotina presencial com o vírus ainda circulando entre a população.

Segundo a pesquisa realizada pela plataforma HSPW (Heathy & Safe Place to Work) com foco no mercado corporativo, um dos pontos mais citados sobre o desconforto de voltar ao modelo presencial seria a má qualidade de vida no ambiente corporativo, questão essa levantada por 45% dos respondentes. Já 31% dizem já ter passado por exaustão extrema, esgotamento físico e distúrbios emocionais.

Entre os principais desafios nesse retorno está o tempo de deslocamento nas grandes cidades, que atrapalha o tempo produtivo dos profissionais. De acordo com o IBGE, o tempo médio de deslocamento do brasileiro de casa para o trabalho, considerando ida e volta, chegava 4,8 horas por semana antes da pandemia. Nas grandes capitais, como São Paulo e Rio de Janeiro, a média girava em torno de 7,8 e 7,4 horas, respectivamente.

Diante deste cenário, o home office foi, para muitos, uma oportunidade de organizar uma rotina menos caótica e aproveitar melhor o período que passaria no trajeto para atividades mais prazerosas, como estar com a família, praticar uma atividade física ou, até mesmo, dormir melhor. Com isso, a possibilidade de enfrentar novamente horas de trânsito para chegar em casa, seja no transporte público ou no trânsito caótico, definitivamente tem afetado o emocional das pessoas que estão pensando nessa volta, mesmo que híbrida.

Para ajudar nessa questão, as EFT (Emotional Freedom Techniques ou Terapias de Equilíbrio Emocional, em português) podem ser essenciais no apoio a essa transição. Isso porque essa metodologia possui práticas que podem ser utilizadas para fortalecer as emoções e enfrentar o desafio de mais uma vez aprender a adaptar-se ao ambiente e a dinâmica de estar de volta ao trabalho em grupo.

A EFT é embasada na afirmação de que “a causa de toda emoção negativa é a interrupção do fluxo energético do corpo”, sendo uma técnica de dissolução de emoções negativas através de toques com os dedos nos pontos dos meridianos da acupuntura. Seu objetivo é restaurar o fluxo da energia vital rompendo bloqueios nos canais de irrigação dessa energia. Com a dissolução de “nós” emocionais, é restabelecido o equilíbrio físico e emocional.

Mas, atenção! É possível que algumas pessoas se queixem de falta de ânimo ou sintam-se sem a energia necessária para produzir durante as horas no escritório durante o processo, porém isso é algo normal.  Neste caso, práticas como Hatha Yoga, Relaxamento e Medicina Chinesa também são indicadas para ativar a energia vital e dar ânimo.

Além disso, é imprescindível dormir regularmente e se alimentar bem para que essa readaptação ocorra da melhor maneira possível, sem quaisquer desequilíbrios, abalando assim a imunidade e defesa do corpo e também a mente. Nesses casos, a Terapia do Som e Dietoterapia podem ajudar com isso, uma vez que são práticas que ajudam a regular o organismo.

Por isso, a busca pelo equilíbrio de corpo e mente são fundamentais em processos de readaptação, como a volta ao trabalho presencial. E neste sentido, as PICs - Práticas Integrativas e Complementares são excelentes aliadas em benefício da saúde. Abuse sem medo!

*Chefe da Curadoria e Qualidade da Naomm. empresa especializada em atendimento on-line em práticas integrativas e complementares (PICs)

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por