Um recém nascido chegou

Opinião / 06/06/2020 - 06h00

Mauro Condé*

“É a sua vida que eu quero bordar na minha, como se eu fosse o pano e você a linha, e a agulha do real nas mãos da fantasia, fosse bordando ponto a ponto nosso dia-a-dia” - Gilberto Gil.

Acabo de voltar de uma viagem rumo ao conhecimento, usando como meio de transporte importantes livros sobre Estratégias em Tempos de Mudança.

Eles me levaram para Hangzhou, na sede do Alibaba Group, onde fui recebido pelo pai da estratégia moderna, Ming Zeng, a quem fui logo pedindo:

Ensina-me algo que eu ainda não saiba e tenha o poder de mudar a minha vida para melhor.

Um recém nascido acaba de pular de paraquedas.

Ele atende pelo nome de futuro e tem uma cara totalmente digital e geométrica.

Ponto, Linha e Plano, é a definição de Ming Zeng para um novo conceito de estratégia.

É uma nova configuração do mundo, criada por mudanças totalmente abruptas e cheias de novas possibilidades.

Prepare-se para se transformar num ser humano totalmente digital dentro de um ecossistema global onde algumas empresas e pessoas se posicionarão como grandes planos, ao redor dos quais as outras atuarão na forma de pontos e linhas.

Encontre o seu lugar nesse ecossistema e descubra o melhor posicionamento para você ou sua empresa de acordo com sua capacidade de adaptação, especialização ou de controle de um ponto específico dentro da nova cadeia de valor do mundo, totalmente digital e hiper conectada.

Desapegue-se da tradição e abrace a inovação.

O futuro começou com a chegada do coronavírus, que pode desaparecer em breve, mas seus efeitos serão para sempre.

Adapte-se para criar ou trabalhar em empresas dentro de um novo conceito de negócios inteligentes, que para atingir um objetivo comum de negócio, como por exemplo, o varejo on-line ou o compartilhamento de caronas, serão coordenados em uma rede on-line e usarão toda a tecnologia de ponta e de aprendizado da própria máquina para alavancar dados de forma eficiente e em tempo real.

O futuro está nos convidando a mudar de um mundo mecânico e analógico para um mundo digital e biológico, mudar para dentro das telas dos celulares e dos computadores, engolindo lá para dentro os escritórios, as fábricas, os consultórios médicos, as lojas e até as escolas, tudo digitalmente interligado como pontos, linhas e planos.

Para não morrer por obsolescência, procure dois novos mentores – o primeiro com a metade da sua idade e o segundo com a metade da idade do primeiro.

*Palestrante, Consultor e Fundador do Blog do Maluco.
 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários