Você se sente dependente de redes sociais?

Opinião / 25/10/2021 - 06h00

Vinícius Taddone*

Há poucos dias presenciamos um acontecimento mundial que foi o principal assunto do momento, tanto nas conversas informais quanto nos principais canais de comunicação. As redes sociais Instagram, Facebook, Messenger e Whatsapp ficaram por mais de 6 horas fora do ar.

Esta pane global dividiu os usuários entre os que entraram em desespero e os que acharam um alívio por algumas horas! Seja para fins pessoais, trabalho ou de estudo. Nada menos que 2,8 bilhões de pessoas no mundo foram afetadas!

A real é que as redes sociais já fazem parte de nossas vidas de uma forma, que este acontecimento foi prejudicial até para a comunicação entre funcionários de empresas, entre amigos e parentes como um todo. Quem está trabalhando em esquema de home office ficou sem comunicação com outros colegas da empresa, foi difícil para consultórios confirmarem consultas, para restaurantes confirmarem pedidos. Sem contar na quantidade de profissionais autônomos que ficaram este tempo todo sem conseguir vender. Também não podemos deixar de levar em consideração este dado: as 6 horas causaram um prejuízo para o Mark Zuckerberg de US$ 6 bilhões e o fizeram cair no ranking de homens mais ricos do mundo para a sexta posição. Até as ações caíram!

Olha que loucura o impacto!

Segundo a companhia, a pane global foi causada por erro interno durante um “trabalho de manutenção de rotina” e não foram encontradas evidências de que dados de usuários foram comprometidos.

Porém não estamos aqui para entrar em detalhes ou falar o que causou tudo isso, e sim o que causou na gente.

Eu? Dependente de redes sociais?

A ideia é realmente refletirmos como ficamos nestas horas.

Vamos para três questionamentos importantes:

1) O quanto as redes sociais afetam na sua vida positiva ou negativamente? Você se considera uma pessoa viciada em redes sociais? Ou acha que as usa de forma equilibrada e saudável?

A internet está aí para nos ajudar, para facilitar a nossa vida. As redes sociais são meios ótimos de entretenimento, aprendizado, e até para conectar pessoas de diferentes lugares; porém é preciso ter equilíbrio. Se virar vício e você se sentir dependente, pode ser um problema.

2) Por um outro lado, para você que ainda acha que seu negócio não deve estar nas redes sociais, que isso não vai fazer diferença nenhuma. Tem certeza? O Mark perdeu US$ 6 bilhões (BILHÕES) em 6 horas. Tem certeza mesmo? Rs. Olha a relevância que as redes sociais têm na nossa vida.

Além de aumentar a visibilidade, as redes sociais são ótimos canais de relacionamento com o público. Elas possibilitam conhecer a opinião real dos seus clientes para construir uma relação de proximidade. Pense nisso!

3) Quão dependente você é de redes sociais? Se elas pararem de funcionar, seu negócio continua existindo? Suas amizades continuam existindo? Parece complexo, né? Mas é um ponto importante…

Voltamos ao ponto do equilíbrio, mas por uma perspectiva diferente. Uma coisa é você ser dependente emocionalmente, e outra é ser dependente "na prática". Você não saber se comunicar com outras pessoas, por exemplo, sem ser por redes sociais pode ser muito ruim. Se seu negócio depende 100% de vendas por Whatsapp, por exemplo, como fica se ele desaparecer?

Sim! Este foi um texto para te provocar e para te fazer refletir sobre o quanto as redes sociais realmente impactam nas nossas vidas, e se estamos usando estas ferramentas de forma útil e saudável.

E aí, qual é o seu veredito? Você tem uma relação saudável ou de dependência com as redes sociais?

PS.: Ah! Lembro ainda que seu smartphone tem um recurso, hoje primário e ultrapassado, mas que é a origem deste equipamento que você tem nas mãos. Se esqueceu? Então vou te lembrar… ELE FAZ LIGAÇÕES!

* CEO da VTaddone Studio. Possui as certificações em Marketing Digital na Prática (Endeaver), Java Script, Lógica em Programação e Flash CS3 pela Impacta Tecnologia e tem experiência em Marketing Workshop na Walt Disney World Resort em Orlando

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários