Corpo de mulher é encontrado esquartejado e separados em tambores no Sul de Minas

Rádio Patrulha / 18/10/2019 - 06h58
Corpo de mulher é encontrado esquartejado e separados em tambores no Sul de Minas

A Polícia está à procura de pistas que possam levar a desvendar um crime bárbaro. O corpo de uma mulher foi encontrado esquartejado dentro de uma lago, na zona rural de Ouro Fino, na região Sul de Minas, na quarta-feira (16). Três suspeitos foram identificados. Um deles seria ex-companheiro da vítima.

O corpo foi encontrado pelo Coorpo de Bombeiros, após denúncia anônima, já estava em estado avançado de decomposição. A polícia tenta identificar se o corpo é de uma mulher que estava desaparecida há 15 dias na cidade. Verena Sebastiana Aruarte da Silva, de 35 anos, está desaparecida desde o dia 1º de outubro. A identificação inicial seria por conta de uma tatuagem no tronco da vítima.

Segundo a PM, após denúncia, constataram que havia partes de um corpo nas águas do lago. "Foi acionado o Corpo de Bombeiros e, quando eles vieram, que eles fizeram o resgate do corpo e das partes que estavam nas imediações", explicou o major Oldair de Freitas.

Já no local, os bombeiros encontraram a cabeça, o tronco e duas pernas, algumas das partes na superfície da lagoa e outras já submersas. A Polícia Civil isolou o local e o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Pouso Alegre.

 

Verena Sebastiana estava desaparecida desde o dia 1º de outubro

Corpo foi encontrado esquartejado, dividido em dois tambores, dentro de uma lagoa na zona rual da cidade

CRIME PASSIONAL 

As primeiras apurações da Polícia Civil levaram a três suspeitos de envolvimento no crime: um homem de 24 anos e dois adolescentes, de 17 e 15 anos. Conforme a corporação, o suspeito adulto teria um relacionamento com a vítima e, após uma discussão, teria a matado com golpes de faca. Os menores teriam ajudado a cortar o corpo e a colocar nos tambores.

Ainda conforme a polícia, o suspeito acionou um serviço de transporte por aplicativo e levado os tambores para o lago, onde eles foram jogados. O ex-companheiro da mulher teria pago uma quantia em dinheiro aos menores e ao motorista.

SUMIÇO

Verena Sebastiana Aruarte da Silva está desaparecida desde o dia 1º de outubro. De acordo com a reportagem, ela saiu de casa para comprar água e, até o presente momento, ainda não retornou. A mesma possuí quatro filhos, de 5, 11, 13 e 14 anos. A família está desesperada e em buscas de informações sobre ela. 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários