Agora é pra valer

Álvaro Damião / 22/01/2019 - 06h20

A primeira rodada do Campeonato Mineiro foi suficiente para matar a saudade que o torcedor estava de soltar o grito de gol. E haja garganta! Foram 22 gols em seis partidas. Destaque para Tupynambás e Atlético, que encheram a mão e empurram a bola para o fundo das redes por cinco vezes, durante os 90 minutos.

É claro que está muito cedo para se falar algo, mas aqueles que terminaram o ano criticando o atacante Ricardo Oliveira, do Atlético, irão precisar repensar algumas coisas. Dos cinco gols do Galo, três, isso mesmo, três foram do “bom pastor”. Lembrando que em 2018, Ricardo Oliveira foi o artilheiro do Galo com 22 gols anotados em 56 jogos. Será que bate este número este ano? Outro atleticano que merece muito destaque é o atacante Luan, que deu duas assistências para Ricardo Oliveira e uma assistência de bicicleta para o gol de Elias.

Amanhã, o adversário do Galo na segunda rodada é o Tombense, fora de casa. E o foco do Atlético nesta semana é o clássico contra o Cruzeiro, no domingo! Com isso, técnico Levir Culpi vai optar por uma equipe totalmente reserva em Tombos e acho a decisão do treinador completamente acertada. Lógico que cada jogo é uma história diferente, na teoria, todos valem três pontos, mas na prática, o clássico tem um peso muito maior. É bom que os titulares sejam poupados dos desgastes da viagem! Tamo junto, Levir!

No Cruzeiro, o destaque foi para Raniel, que marcou dois gols, na vitória por 3 a 1, diante do Guarani, em Divinópolis. O atual campeão mineiro não terá vida fácil nos próximos dias: são cinco jogos em 15 dias! Amanhã, o time celeste recebe o Patrocinense, nove e meia, no Mineirão e o técnico Mano Menezes também deve poupar alguns jogadores para esta partida. O treinador já adiantou que mais da metade do time será diferente do que entrou em campo na estreia do estadual.

É claro que uma escalação reserva tira um pouco do brilho da partida e desmerece um pouco a competição, mas há muitos fatores que precisam ser analisados. Além do risco de lesão, o clube precisa realizar testes e aprimoramento físico, enquanto pode. Afinal, o torcedor não espera que tudo isso seja feito próximo a Libertadores, né?

A temporada está só começando, mas já promete muita emoção!
Tamo junto e até a próxima!

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários