Sintomas de uma humilhação – e da inépcia dos nossos dirigentes

Postado em 10/01/2018 17h04
Já estamos acostumados com a disparidade financeira entre o nosso mercado e o europeu. Encaramos como natural – e em grande medida, é mesmo. Mas precisamos ter sensibilidade, percepção. Às vezes um tipo de padrão se torna tão organicamente aceito na sociedade; é absolvido, de certo modo, tão sem...

O ótimo mercado do Cruzeiro

Postado em 03/01/2018 06h00
Ao longo de 2017 falei algumas vezes que o elenco do Cruzeiro foi subestimado por boa parte da imprensa. Além do ótimo mercado feito pela Raposa, no que se refere aos jogadores que chegaram – aqui me atenho à avaliação técnica; podemos entrar na seara dos negócios, do custo-benefício em outro...

Não é opinião: Messi é muito melhor do que Cristiano Ronaldo

Postado em 27/12/2017 15h28
Schopenhauer dizia, com razão, que o ser humano tem mais dificuldades de julgar, de avaliar, do que de raciocinar. Muito se fala hoje que vivemos a era da intolerância. De fato, reina a falta de respeito pela opinião alheia, a hostilidade perante o discurso do próximo, com o qual não se concorda....

Físico e psicológico por trás da nossa mediocridade

Postado em 20/12/2017 06h30
Há diversas camadas que compõem o domínio do futebol europeu de elite sobre o da América do Sul. A principal delas segue sendo a técnica/financeira: seleções mundiais, quantidade exponencialmente maior de craques... Possível também seria falar de uma superioridade tática, intelectual; sem idealizar...

Torcer por um clube ou por pessoas?

Postado em 13/12/2017 06h00
Stephen Malkmus, lenda do indie americano, e um dos músicos favoritos deste que vos fala, é um entusiasta dos esportes. Há um bom tempo, em uma das incontáveis entrevistas em que o tópico com ele foi mencionado – a mídia americana é obcecada com o estereótipo “jocks” x...

Arte, torcida e moral

Postado em 06/12/2017 06h00
Com a recente explosão das denúncias de assédio no showbiz mundial – os casos de Harvey Weinstein e Kevin Spacey foram os mais alardeados –, reflexões acerca do clássico tema "moral/conduta do artista/intelectual, versus correção do ato de apreciar sua obra", voltaram com tudo. Proliferação de...

Futebol e Black Mirror

Postado em 29/11/2017 06h00
Junto à The Wire e à primeira temporada de True Detective, Black Mirror é uma das melhores séries de drama dos últimos anos. Distopia, “fake news”, pós-verdade: termos da moda, surrados em certo sentido; tudo isto está lá – e bem retratado. Um dos pontos centrais de Black Mirror, contudo – e isso...

O médico, a doença e o diagnóstico

Postado em 22/11/2017 06h06
Entre as incontáveis ideias tão originais quanto brilhantes com as quais Tostão nos brindou ao longo de sua consolidada carreira de cronista, eis uma que me acomete o tempo todo: o Brasil pecou por, sobretudo a partir da década de 90, dividir de forma muito amarrada o setor de meio-campo. Volante ou...

O melhor, disparado...

Postado em 08/11/2017 06h05
Guardiola não é só o melhor técnico do mundo. Ele se encontra em uma dimensão própria. O segundo colocado – Klopp? Simeone? Conte? – aparece tão distante dele, e esta disparidade é tão multifacetada, profunda, que não há conversa. É impossível fundamentar todas as razões que edificam este cenário...

Confesso que adorei

Postado em 01/11/2017 06h00
Não sem razão, Juca Kfouri costuma dizer que Tostão é o melhor colunista de futebol do Brasil. Entre outros motivos, pelo texto tão minimalista quanto envolvente. A modéstia de Juca o impede de colocar-se como referência em qualquer coisa. Eu diria, porém, não só que ele se posiciona num empate...

Políticos x Cartolas. Torcedores cegos x Eleitores fanáticos

Postado em 25/10/2017 17h21
Ver muitos veículos da chamada grande mídia batendo em Nuzman, agora, só agora, com ares de “independência”, de “jornalismo coragem”, após anos de omissão e/ou oba-oba, me lembra das manchetes em que várias destas mesmas empresas, hoje, só hoje, criticam Aécio – somente quando a casa caiu de uma...

Jornalismo – quase – moribundo

Postado em 11/10/2017 11h30
Enquanto jornalista que trabalha com opinião, talvez a angústia mais forte e frequente que vivo é: saber que um dirigente, um político, um companheiro de profissão – há misturas inacreditáveis entre dois ou todos esses itens – é completamente corrupto, um crápula, mas, por não ter provas materiais...