Adianta mesmo brigar com os fatos?

05/12/2020 às 10:06.
Atualizado em 27/10/2021 às 05:14

Tem muita gente reclamando - com e sem argumento, com e sem educação, com e sem razão - da retomada de medidas restritivas para tentar conter o avanço acelerado dos casos de Covid em Belo Horizonte. Mas é preciso ressaltar algo muito importante, já dito há alguns anos por um intelectual e senador democrata americano: ”Cada um tem direito à própria opinião, mas não aos próprios fatos”.

Então, vamos a alguns fatos. Pelo terceiro dia consecutivo, Minas Gerais registrou mais de 4 mil casos de Covid-19 em apenas 24 horas. Assustador.

As estatísticas compiladas entre quarta-feira e esta sexta-feira referem-se a alguns dos maiores índices registrados desde o início da pandemia no Brasil, em meados de março.

Outro fato: a taxa de ocupação de leitos tanto em hospitais públicos quanto privados, para casos de contaminação por coronavírus, sobretudo os considerados mais graves, voltou a preocupar. E esse é o grande temor desde o início: a explosão de casos a um só tempo, o que sobrecarrega a estrutura de saúde e pode deixar muita gente sem assistência médica adequada. No Rio de Janeiro, por exemplo, há fila de espera para internações em UTIs.

Mais um: o vírus está se espalhando rápido. Em quatro macrorregiões do Estado já foi necessário voltar atrás nas regras de flexibilização, com fechamento novamente de parte do comércio.

Parte do mundo já se prepara para vacinação em massa, enquanto por aqui a politização do assunto ainda domina muitas conversas.

Também é fato que muito há ainda para se conhecer sobre o vírus e seu comportamento no corpo humano, mas não faltam corpos enterrados para evidenciar que não se trata de “gripezinha”. Todo cuidado é pouco. No entanto, usar máscara ao sair de casa e evitar aglomerações, recomendações básicas, que não vêm do partido X ou Y, não vinculadas à religião ou time de futebol, nem deveriam render polêmica, são ignoradas.

Tanto fato acontecendo e muita gente na praça, “dando milho aos pombos”.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por