Novos tempos no legislativo

Irlan Melo / 01/02/2021 - 10h57

Hoje, efetivamente começa a nova legislatura na cidade de Belo Horizonte. Tenho a honra de ter recebido 8902 votos de confiança para prosseguir o nosso mandato que foi muito efetivo para a cidade. Dos 41 vereadores eleitos, apenas 17 conquistaram a reeleição. Destes, apenas 9 conseguiram ampliar a sua votação anterior. Dentre os 9 fui o que mais cresceu, com 120% de aumento expressivo de ampliação do pleito anterior. Grande responsabilidade!

Tenho muitos temas que seguirei focando no novo desafio. Em primeiro lugar a ampliação dos postos de saúde e da parceria público privada na área, uma luta que começamos e estamos vendo cada dia mais avançar na cidade. A retomada da educação e dos serviços não essenciais com a proteção e apoio do Estado para tentar acelerar novamente esses motores da sociedade. A desburocratização e retirada de impedimentos ao crescimento econômico precisa ser focada dia a dia para que tenhamos menos interferência negativa para os empreendedores. 

Mas quero muito conseguir implementar as áreas de escape no anel rodoviário. Quero salvar vidas, quero proteger o patrimônio das pessoas que circulam naquele local. Com certeza a mistura de tráfego urbano e rodoviário nunca fez bem para nossa cidade e serei intransigível na defesa desta ideia que irá trazer paz para os nossos corações. 

A garantia hídrica com a entrega pela Vale, da nova fonte de captação de águas para a cidade de Belo Horizonte, uma vitória que conseguimos através da minha relatoria na CPI das águas e barragens da Câmara Municipal. A implementação de diversas adoções de campos e quadras esportivas, através da nossa lei que possibilitou tal prática. 

A solução definitiva das enchentes na avenida Tereza Cristina agora passa também pelo Ministério Público, uma vez que fiz uma representação para buscar a responsabilização daqueles que podem e devem agir em favor de todos os habitantes que há décadas sofrem com a invisibilidade e descaso de seus governantes. 

Enfim, as lutas serão gigantescas, mas a disposição e alegria para enfrentá-las, também. Eu aprendi com meus pais que, para crescer, não há necessidade de diminuir quem quer que seja. Nosso trabalho seguirá firme, honesto, coeso e baseado no DIÁLOGO. Não irei trabalhar com o engano, com falsidade, dissimulação e palavras lançadas ao vento. Gosto de fazer, de realizar, de resultados e tenho a convicção que essa é a vontade daqueles que votaram em mim, daqueles que torcem por mim e principalmente, daqueles que querem uma cidade ainda melhor para se viver. 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários