Dica pós-Carnaval

Postado em 19/02/2013 06h28
Não creio que o gosto pelas massas elimine o prazer pelo feijão. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Não creio que o computador e os pequenos utensílios de comunicação acabem com o jornal ou o livro. O raciocínio para o primeiro quesito se repete. Nada melhor do que ter o livro à mão,...

Paisagens que são do passado

Postado em 18/02/2013 06h28
O brasileiro teria uma excelente atração turística se os vapores do rio São Francisco estivessem operando como em velhos tempos. Lamentavelmente, o Brasil – ou os brasileiros – não contribui para preservação do passado, que é belo e glorioso. Entusiasma-se com o que é novo, caro e importado. Veja-se...

Jeitinhos e gambiarras

Postado em 16/02/2013 07h29
O país tem jeito? Diante e em decorrência dos fatos diários, vai-se perdendo a esperança de dizer sim. Verdadeiramente, os episódios registrados e os acontecimentos fazem meditar sobre a época e as pessoas perceberem que não aprendemos com as lições do passado e pomos em risco o futuro. Mantemo-nos...

O diagnóstico por exclusão

Postado em 14/02/2013 06h19
Há algo, entre o céu e a terra, que nossa vã filosofia não consegue explicar, mais ou menos como Shakespeare constatou há quatro séculos. Todos os homens que tenham algum raciocínio ou o sentimento do mundo, como talvez dissesse o poeta de Itabira, chegam ao ponto crucial: de onde vem tudo isso,...

O retrato de Bartolomeu

Postado em 12/02/2013 08h03
As mulheres mineiras não perdem a oportunidade de escrever... e de publicar. Sua contribuição nas universidades, nos veículos de comunicação, no magistério, na magistratura, na literatura, é admirável. Mesmo não sendo este comentário sobre letras, não posso fugir à imposição de exaltar-lhes o bom...

O toque do silêncio

Postado em 11/02/2013 07h49
Esperava publicar este comentário no dia 3 de fevereiro, mas não quiseram os fados que assim fosse. É que, naquele dia, Octavinho Matta Machado encerrou sua carreira entre nós e foi cantar para outros públicos. Nascido em 22 de abril de 1922, em Belo Horizonte, pelo nome se supunha que fosse de...

A Comissão da Verdade

Postado em 09/02/2013 07h46
A Comissão Nacional da Verdade terá muito trabalho se desejar efetivamente apurar o que aconteceu no Brasil no século que passou. Não existem apenas os casos notórios amplamente divulgados ou os sobre os quais se falou, mas não objeto de apurações aprofundadas. O caso do empresário Bóris Tabacof, de...

Brasil, a bola da vez

Postado em 08/02/2013 06h33
As autoridades ainda não acusaram a Imprensa de responsável pelo crescimento do índice de criminalidade no Brasil. Por aqui, sempre que há um problema não resolvido, os meios de comunicação são duramente criticados pelos que ocupam cargos importantes. No fundo, a posição da mídia dói e machuca. Mas...

Mistério em Havana

Postado em 07/02/2013 06h30
Finalmente, um médico do CQAI da Santa Casa de Belo Horizonte abre o jogo e informa que o já famoso tumor na região pélvica do presidente Hugo Chávez, da Venezuela, é na próstata. Confesso que, por mais que tenha lido a respeito, jamais vira a referência tão direta e clara. Por que há resistência em...

Como combater a dengue

Postado em 05/02/2013 06h36
Minha cidade natal teme os tremores de terra, que têm ocorrido por lá nos tempos mais recentes, até por perto. Em Caraíbas, já se registrou a primeira vítima brasileira desse fenômeno: uma criança. Mas outro medo é sentido em praticamente todos os rincões do país: a dengue. O vírus tipo 4 da dengue,...

Um leite muito especial

Postado em 04/02/2013 06h17
Nem só de inconfidentes é feito Minas Gerais. A Semana da Arte de São Paulo, em 1922, foi importante, abriu caminhos novos, até perigosos para os despreparados, para as letras. Os montanheses veem longe e não andam atrás da carruagem, embora haja aquela brincadeira de comprar bondes. A constatação é...

Patriazinha de Dona Maria

Postado em 02/02/2013 06h54
O que encanta, embora não me surpreenda, é esse amor imenso e indesviável das mulheres de minha região, de minha cidade, pelo berço – terra e gente. Constitui mesmo uma espécie de paixão, entranhada e jamais diminuída. É a dedução que se extrai de “Mania de ter fé na vida”, de Karla Celene Campos,...