Querem proibir aplicativos em BH

Postado em 20/05/2019 10h32
Poucos dias atrás, o STF finalmente se pronunciou sobre as leis municipais que tentam, por toda parte, inviabilizar o transporte individual de passageiros por aplicativos. A decisão é clara: não podem ser impostas restrições, pelo município, que possam prejudicar a entrada ou permanência de...

Em BH, as ruas têm donos

Postado em 13/05/2019 06h00
A situação da capital é insustentável, e a prefeitura municipal parece não se importar com isso. São já mais de 6 mil pessoas morando na rua, um aumento de 50% desde a posse do atual prefeito, sem que nenhuma ação efetiva seja tomada para reverter a situação. Para discutir o problema, a Câmara...

Contra as obras paradas de BH

Postado em 06/05/2019 09h05
A paralisação de obras é um câncer na gestão pública brasileira. Representa perda de dinheiro, transtorno e, em última análise, é o símbolo da decadência do Poder Público enquanto gestor de recursos, pois não é raro que a obra pare depois de já ter consumido todo o orçamento – e, depois, para ser...

Com medo de mosquito

Postado em 29/04/2019 08h45
Infelizmente, a população de BH vive com medo de sair de casa por conta da violência já há muitos anos. Agora está com medo também de ficar em casa, em meio a devastadora epidemia de dengue. Já 4 mil casos confirmados e 14 mil em investigação. Situação tão dramática que foi necessária a instalação...

O uso do espaço público em debate

Postado em 22/04/2019 06h00
O Código de Posturas é a lei municipal que regula quase todas as formas de uso do espaço público da cidade – desde a presença de camelôs na rua, até a presença de placas publicitárias ou indicativas nas fachadas, passando por mesas na calçada e todas as regras de mobiliário urbano, como lixeiras,...

Pichações e a degradação do espaço público

Postado em 15/04/2019 06h00
Há quem defenda que pichação é parte da vida da cidade: para mim é um dos sinais de sua morte. De saída, para não corrermos risco de mal entendido, pichação é crime, tipificado na legislação penal e que deveria submeter o infrator a pena de até três anos de detenção. Não há espaço para discussão...

Mau cheiro no ar

Postado em 08/04/2019 06h00
  Desta vez a referência não é metafórica, mas literal: algo cheira mal em BH.   O centro e as áreas de maior aglomeração de pessoas, como a região hospitalar e áreas comerciais dos bairros, sofrem com a falta de banheiros públicos. Um problema antigo que aparentemente querem resolver com...

Fiscalizar é mais importante que legislar

Postado em 01/04/2019 06h00
Não meço meu mandato por número de projetos de lei apresentados ou aprovados, aliás, desde a campanha, reafirmo que fiscalizar é mais importante do que legislar. Tenho leis aprovadas em que fui autor do texto ou de emendas relevantes, mas isso é apenas o cumprimento de uma obrigação funcional e que...

Bilhetagem eletrônica: BH insiste no atraso

Postado em 25/03/2019 06h00
Tenho assistido a algumas discussões, nos últimos meses, que me fazem acreditar que ainda estamos vivendo o século passado em Belo Horizonte. Enquanto o mundo optou pelos sistemas de bilhetagem eletrônica, substituindo a venda de passagens a bordo pela sua compra em canais físicos de atendimento...

Iluminação pública: a economia vai chegar ao bolso

Postado em 18/03/2019 06h00
A PPP da iluminação pública em BH é um dos projetos mais bem sucedidos da ultima administração municipal, ao lado da PPP da educação infantil (não por coincidência dois exemplos em que o serviço melhorou por deixar de ser prestado pela prefeitura). Esse mês, chegou à câmara municipal um projeto de...

Selecionar é preciso

Postado em 11/03/2019 06h00
Em 2017, quando fui contratar um assessor de comunicação, promovi processo seletivo aberto, em três etapas, com análise de currículos, entrevista e prova prática, contando com mais de 600 candidatos. Pareceu uma inovação gigantesca, mas, na verdade, nada mais é do que a aplicação do bom senso....

Totalitarismo nunca

Postado em 04/03/2019 06h00
Não existem ditaduras boas.   Esse ponto é definitivo na minha compreensão e a razão é simples: para quem considera a liberdade como um valor superior, como eu e o NOVO fazemos, não existe possibilidade de se justificar a supressão de direitos individuais e políticos.    Não interessa...