Tipos de Mentira

27/04/2016 às 17:51.
Atualizado em 16/11/2021 às 03:09

Estudos afirmam que falamos de dez a cem mentiras por dia. Além disso, Erving Goffman um antropólogo canadense, afirma que passamos 95% do tempo desviando a realidade e interpretando papeis. Será? Vejamos alguns tipos de mentira:

1) Mentira Social – Convencionou-se que para ser “educado” é preciso não dizer a verdade. É quando somos praticamente obrigados a responder “tudo bem” ao cumprimento. Elogiar um evento, uma festa, um presente, mesmo quando não gostamos. Dizer que é linda a obra de um artista mesmo quando não se viu beleza.

2) Mentira consagrada pelo uso – “Te ligo em cinco minutos” (demora duas horas); “estou quase chegando” (nem saiu de casa); “se der vou ao seu aniversário” (sabe que não vai); “vamos marcar de tomar um café” (o café nunca sai).

3) Mentira esfarrapada – Quem fala sabe que o outro não vai acreditar e quem ouve usa a conveniência a seu favor, uma espécie de me engana que eu gosto: “não recebi seu e-mail, manda de novo?”; “meu telefone não tocou”; “dormi (apaguei) e perdi o horário”, “só vi sua ligação agora”.

4) Mentira para si mesmo – O autoengano, tudo aquilo que o indivíduo gostaria que fosse verdade: “sou super feliz no casamento”; “paro de fumar a hora que eu quiser”; “tenho a melhor família do mundo”; “sou feliz do jeito que eu sou”.

5) Mentira perversa – Comumente usada em relações amorosas no intuito de virar o jogo. A intenção é deixar a vítima culpada embalando a mentira na nobreza do amor. A exemplo do parceiro que trai e quando é surpreendido diz: “menti para te preservar”. Uma justificativa contraditória e perversa.

6) Mentira criminosa – Usadas por quem vive do expediente de enganar pessoas de boa fé: golpistas, charlatões, ladrões, estelionatários. Aqui também incluem a injúria e difamação.

7) Mentira marketing – Visa exclusivamente a autopromoção e se divide em três subgrupos: pessoal, virtual e espiritual:
Mentira Marketing Pessoal – Usada pelas pessoas que afirmam ser o que não são. Na falta de atributos, os inventa: “desconheço alguém mais honesto que eu”; “trabalho pelos pobres”; “meu hobby é fazer caridade”.

Mentira Marketing Espiritual – Feita por quem finge ser evoluído à sombra de Deus. Ainda que todos a sua volta não percebam tal ternura, o indivíduo segue enviando “beijos de luz” e afirmando: “perdoo com facilidade”; “ajudo sem querer nada em troca”; “não guardo mágoa”; “sou desapegado”; “não falo mentira”; “medito todos os dias”; “amo incondicionalmente” e outras afirmações misericordiosas.

Mentira Marketing Virtual – Deuses embusteiros da web. O objetivo é parecer ser aquilo que não é: feliz, jovem, rico, grato, desinibido, magro e intelectual. Photoshop, aplicativo, check-in falso tudo trabalha a favor do truque. Tem também a hashtag “gratidão” que atenua com ares celestiais o exibicionismo. Não podemos esquecer da compra de seguidores e likes no intuito de ostentar uma popularidade que não existe. A mentira se estende quando o usuário, além de comprar seguidores, vai a público comemorar a marca falsamente atingida: “obrigado amores, pelos 100k conquistados”.

E então, algumas dessas mentiras lhe parece familiar?

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por